Notícias / Justiça

07/08/19 às 23:36 / Atualizada: 07/08/19 às 23:43

Agosto Lilás - Maria da Penha, que dá nome à lei, fará palestra em Cuiabá

Governo do Estado e Tribunal de Justiça celebram 13 anos da Lei ‘Maria da Penha’, que representa um marco no atendimento e proteção às mulheres vítimas de violência doméstica e familiar

Pamela Muramatsu | Secom-MT

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Agosto Lilás -  Maria da Penha, que dá nome à lei, fará palestra em Cuiabá

Maria da Penha fará palestra em Cuiabá

Foto: Viktor Braga/UFC

O Governo do Estado de Mato Grosso, em parceria com o Tribunal de Justiça, realiza na próxima sexta-feira (09.08) o “Colóquio dos 13 anos Maria da Penha”, com a presença de honra da própria Maria da Penha, no teatro Zulmira Canavarros, em Cuiabá.

O evento ocorrerá em alusão aos 13 anos da Lei n. 11.340/2006, mais conhecida como Lei Maria da Penha, e contará com a presença do governador Mauro Mendes e da primeira-dama Virginia Mendes, do presidente do TJ-MT, desembargador Carlos Alberto Rocha, além de diversas outras autoridades.

A programação inicia às 9h com a abertura e segue com diversas palestras proferidas por especialistas no assunto da violência doméstica e familiar. A palestra de destaque será com a própria Maria da Penha, às 17h, encerrando o evento e contando sobre sua história de vida e como transformou uma tragédia pessoal em bandeira de luta.

Uma referência em Mato Grosso quando se fala no enfrentamento da violência doméstica, a desembargadora Maria Erotides Kneip, responsável pela Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar (Cemulher) do Tribunal de Justiça, destaca o que ocorreu após a vigência da Lei Maria da Penha no Brasil, especialmente em Mato Grosso. 

“Somos o estado brasileiro que primeiro implementou o exercício da Lei. Ela passou a vigorar em 22 de setembro de 2006 e as nossas varas de violência doméstica da capital foram instaladas nessa data. De lá para cá, muitas vidas foram poupadas. Temos sim o que comemorar. Mas o que poderia ter melhorado mais, quais foram os avanços? Essa discussão é a proposta do colóquio”, comentou a desembargadora.


A primeira-dama Virginia Mendes, que desde o início do mandato do governador Mauro Mendes vem atuando em prol da instalação, em Cuiabá, da Delegacia 24 horas para atendimento aos casos de violência doméstica e familiar, reforça a importância do evento e da união de todos os Poderes e sociedade civil em prol da causa.

“É uma honra e motivo de muito orgulho para mim poder ajudar a tirar do papel a primeira delegacia 24 horas de atendimento à mulheres vítimas de violência. Estamos trabalhando para a implantação da rede de enfrentamento à violência doméstica não só em Cuiabá, mas em todos os municípios do Estado, em parceria com a desembargadora Maria Erotides, uma mulher que admiro muito e que é uma referência no país quando se trata do combate à violência contra mulher, bem como com os Conselhos da Mulher e demais entidades que atuam na causa”, disse Virginia.

“Precisamos pensar naquelas que sofrem. A dor de uma agressão, seja ela de qualquer natureza, não é uma dor qualquer e só sabe disso quem passa. Temos que nos solidarizar e estou honrada em poder participar de mais esta ação, em especial com a presença da Maria da Penha, que lutou 20 anos para punir seu agressor, ficou numa cadeira de rodas e tudo o que ela fez hoje ajuda a salvar a vida de milhares de mulheres”, frisou a primeira-dama.

O Colóquio Maria da Penha é uma realização da Associação Brasileira de Mulheres de Carreira Jurídica de Mato Grosso (ABMCJMT) e conta com o apoio do Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc), do Tribunal de Justiça e de diversos outros parceiros. 

As inscrições já foram encerradas e o participante deverá levar também 1 kg de alimento não perecível para acesso ao Colóquio, que será destinado a Casas Abrigos de Cuiabá e Várzea Grande, que acolhem mulheres vítimas de violência doméstica e familiar com os filhos e filhas.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Paiva Netto

Hiroshima

Em 6 de agosto de 2019, precisamente às 8h15, completam-se 74 anos do lançamento da bomba atômica sobre Hiroshima, depois foi a vez de Nagasaki, também no Japão. Data que jamais será varrida das...

 
 
 
 
Sitevip Internet