Notícias / Agricultura

30/07/19 às 21:24

Nova Xavantina avança na colheita do milho safrinha e produtores se animam com produtividade e preços de venda

Com 70% da área colhida, produtividades ficam entre 100 e 115 sacas por hectare e devem fechar com média entre 105 e 110. Preços de venda chegaram em até R$ 27,00 e possibilitaram um bom rendimento ao produtor.

Notícias Agrícolas

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo


Cerca de 70% da área cultivada com milho safrinha já foi colhida em Nova Xavantina no Mato Grosso e o restante deve se encerrar nos próximos 10 dias. Após um clima que contribui para o desenvolvimento das lavouras, os produtores estão obtendo bons resultados.

Segundo Endrigo Dalcin, presidente do Sindicato Rural de Nova Xavantina, até o momento, as produtividades estão entre 100 e 115 sacas por hectare e a expectativa é de que a média encerre entre 105 e 110 sacas.

A liderança comenta que já foram vendidos até 65% do volume produzido aproveitando um patamar de preços que chegou em até R$ 27,00 e garante o lucro para o produtor nesta safrinha, mesmo com as dificuldades logísticas e o desconto de R$ 0,50 por saca devido a incidência do Fethab do Milho.

Já quando o assunto é soja, cerca de 20% dos grãos colhidos na safra 2018/19 seguem nos armazéns aguardando para serem negociados, uma vez que o atual nível de preços entre 61 e 62 reais fica aquém do esperado pelos agricultores.

Pensando na próxima safra de soja 2019/20, a maior parte das sementes e fertilizantes já foi comprada, restando ainda uma parcela dos defensivos. De acordo com Dalcin, as recentes quedas na cotação do dólar ajudou na redução do custo destes insumos.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Telma Cenira Couto da Silva

As mulheres da minha vida

Thomires era o nome da minha avó paterna.  Descendente de franceses, tinha a pele muito alva e os olhos azuis claros, que lembravam o mar. O louro esbranquiçado do seu cabelo remetia-me aos das minhas bonecas. Adorava admirar o...

 
 
 
 
Sitevip Internet