Notícias / Policial

30/07/19 às 20:43

Governo do Pará começa transferência de presos após massacre

57 detentos foram mortos em conflito entre internos do presídio de Altamira

De Brasília repórter Raphael Costa

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Governo do Pará começa transferência de presos após massacre

Foto: Divulgação

Em resposta à rebelião ocorrida no presídio de Altamira, município do nordeste do Pará, o governo do estado determinou a transferência de 46 detentos. Destes, 16 foram identificados como líderes da facção Comando Classe A. Oito deles foram para o regime federal e outros oito para as unidades prisionais de Belém. O restante será distribuído em outras cinco unidades prisionais do Pará. Segundo a Superintendência do Sistema Penitenciário do Pará, 100 agentes estão trabalhando nesta operação.

Além disso, o governador Helder Barbalho solicitou ao ministro Sérgio Moro, o reforço de ao menos 40 integrantes da Força-Tarefa de Intervenção Penitenciária. Para evitar possíveis revides, alguns internos do Complexo Penitenciário de Marituba serão realocados. De acordo com a nota do órgão responsável pelo sistema penitenciário, cerca de 500 presos serão transferidos.

O Governo do Pará já identificou os 57 detentos mortos na rebelião. Dentre as vítimas, 16 foram decapitadas, enquanto outros 46 internos morreram por asfixia.

O motim ocorreu na manhã desta segunda (29), no Centro de Recuperação Regional de Altamira. O motivo, segundo as autoridades, seria uma disputa entre as facções Comando Classe A e Comando Vermelho. O ataque partiu de líderes do Comando Classe A, que colocou fogo nas celas onde ficavam os líderes do grupo rival.

Apesar de dois agentes terem sido feitos reféns, foram libertados logo e nenhum foi morto. A unidade de Altamira abriga 311 internos.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Telma Cenira Couto da Silva

As mulheres da minha vida

Thomires era o nome da minha avó paterna.  Descendente de franceses, tinha a pele muito alva e os olhos azuis claros, que lembravam o mar. O louro esbranquiçado do seu cabelo remetia-me aos das minhas bonecas. Adorava admirar o...

 
 
 
 
Sitevip Internet