Notícias / Nacional

20/07/19 às 09:21

Previdência - Economia será de R$ 933,5 bilhões em 10 anos, afirma Rogério Marinho

Secretário voltou a defender a reinclusão, pelo Senado, dos estados e dos municípios, por meio de uma PEC paralela, que vai tramitar enquanto o restante da reforma será promulgado após a aprovação pelos senadores

De Brasília repórter Cintia Moreira

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Previdência -  Economia será de R$ 933,5 bilhões em 10 anos, afirma Rogério Marinho

Foto: Divulgação

O secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho, anunciou nesta quinta-feira (18), que os acordos entre os partidos para aprovar concessões à reforma da Previdência reduziram para R$ 933,5 bilhões a economia estimada em 10 anos.

“Nós estamos apresentando ao país, a maior, a mais abrangente, a mais ambiciosa, e, na minha opinião, talvez a mais longeva restruturação no sistema previdenciário do país desde o seu início na época do império ainda. Então, o total de despesas que serão economizadas ao longo dos próximos dez anos são R$ 933,5 bilhões”, disse.

Segundo o secretário especial, essa economia virá tanto por meio da redução de gastos com a Previdência, o abono salarial e o combate às fraudes no Benefício de Prestação Continuada (BPC), como por meio do aumento da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) dos médios e grandes bancos.

Lembrando que a proposta original do governo previa uma economia de 1 trilhão e 236 bilhões de reais nos próximos 10 anos. Logo após a retirada de alguns pontos, como a capitalização, mudanças na aposentadoria rural e redução do valor do BPC, a primeira versão do relatório na comissão especial apresentou uma economia menor, de 1 trilhão e 13 bilhões de reais.

Só que depois de retirar mais alguns pontos, como a mudança de destinação de receitas do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o fim da isenção para exportadores rurais, a economia final na comissão especial tinha sido estimada em R$ 987,5 bilhões, valor acima do que foi anunciado nesta quinta-feira (18).

Segundo o secretário especial Rogério Marinho, o país amadureceu, entendeu e incorporou a Reforma da Previdência. Ele voltou a defender a reinclusão, pelo Senado, dos estados e dos municípios, por meio de uma PEC paralela, que vai tramitar enquanto o restante da reforma será promulgado após a aprovação pelos senadores.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Telma Cenira Couto da Silva

As mulheres da minha vida

Thomires era o nome da minha avó paterna.  Descendente de franceses, tinha a pele muito alva e os olhos azuis claros, que lembravam o mar. O louro esbranquiçado do seu cabelo remetia-me aos das minhas bonecas. Adorava admirar o...

 
 
 
 
Sitevip Internet