Notícias / Policial

12/07/19 às 09:52

Suspeito de matar companheira em Várzea Grande é preso em Primavera do Leste

Assessoria PJC/MT

com redação AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
O suspeito de matar a companheira e ferir o filho dela, no bairro São Simão,em Várzea Grande, em 07 de junho de 2019, foi preso na zona rural de Primavera do Leste, na tarde de quinta-feira (11), pela Polícia Civil, por meio da  Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP), pela equipe de investigação chefiada pelo delegado Marcel Gomes.

Uelton Rodrigues de Jesus, 42 anos, é apontado como autor do assassinato de Maria Domingas Elias de Anunciação, 35 anos, e tentativa contra o filho dela e de 15 anos (W.E.A). Ele teve um mandado de prisão cumprido e foi apresentado em audiência de custódia, em Primavera do Leste.

O preso será trazido para Cuiabá, para responder pelo crime de feminicídio e tentativa de homicídio na comarca de Várzea Grande.

Na ocasião do crime, a vítima foi encontrada caída em sua residência,  no interior do seu quarto com perfurações de arma branca. Ela estava na casa junto com seu filho 15 anos, e também do suspeito, momento que houve uma discussão e o suspeito pegou uma faca e passou a agredi-la. A vítima que foi atingida por perfurações no abdômen e na altura do tórax e ferimentos no braço e nas mãos, como tentativa de defesa do agressor.

 O filho dela, na tentativa de salvar a mãe, foi ferido também pelo agressor, sendo encaminhado ao Pronto Socorro Municipal de Várzea Grande.

A vítima já havia registrado boletins de ocorrência de violência doméstica contra o suspeito, e também tinha requisitado medidas protetivas da lei Maria da Penha, que já não estava mais com validade. Familiares informaram que o  suspeito não se afastava do lar, mantendo a vítima sobre constantes ameaças.

Em um dos casos registrados, registrado em janeiro de 2019, a vítima narrou que foi ameaçada com uma faca e chegou a chamar a Polícia Militar, mas quando os policiais chegaram ele já tinha fugido. Após, ele retornou a casa e colocou fogo em parte do imóvel, que móveis e roupas queimadas.

Outros dois boletins, agosto e janeiro de 2018, também haviam sido registrados pela vítima, relatando ameaças e destruição de objetos da casa, como aparelho de TV, janeiras e vidro de uma das portas, além das ameaças a ela, ele também ao filho.

As três denúncias tiveram inquéritos policiais tramitados e concluídos pela Delegacia da Polícia Civil de Várzea Grande, com medidas protetivas requeridas.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Telma Cenira Couto da Silva

As mulheres da minha vida

Thomires era o nome da minha avó paterna.  Descendente de franceses, tinha a pele muito alva e os olhos azuis claros, que lembravam o mar. O louro esbranquiçado do seu cabelo remetia-me aos das minhas bonecas. Adorava admirar o...

 
 
 
 
Sitevip Internet