Notícias / Educação

19/06/19 às 22:34

Educadores aguardam proposta após mediação do legislativo e judiciário

Assessoria Sintep

Imprimir Enviar para um amigo
Educadores aguardam proposta após mediação do legislativo e judiciário

Foto: Assessoria Sintep

Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep/MT) espera que  chegue em mãos, para discussão na próxima segunda-feira (24.06), data da Assembleia Geral da categoria, uma  proposta do governo para avançar nas negociações da greve. O documento que seria fruto da mediação do Ministério Público Estadual (MPE) e Assembleia Legislativa deverá garantir, conforme o sindicato, no mínimo, parâmetro para a construção de uma proposta para o passivo salarial de 2019, cronograma para reforma das escolas, a convocação dos concursados.

Os apontamentos feitos pelo Sintep/MT durante a reunião com o promotor geral do MPE, José Antônio Borges, apresentaram as manobras do governo quanto as receitas da educação, sua projeção e a totalidade dos recursos. Tratou ainda do Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF), fruto de ação popular, movida pelo então dirigente Júlio Viana, com decisão favorável do Tribunal de Justiça e Mato Grosso, colocando como receita os recursos desse imposto. O presidente do Sintep/MT, Valdeir Pereira, entregou o documento ao promotor para que o MPE tome as devidas providências ao descumprimento da decisão.

Cerca de 200 profissionais da educação ocuparam as galerias da Assembleia Legislativa e o plenário, durante a tarde de terça-feira (18) e toda a quarta-feira (19), para impedir que a pauta legislativa fosse votada nas sessões plenárias. Aguardavam possíveis avanços na mediação entre parlamentares com o governo, para a construção de uma saída.

Como única exigência apresentada pelos dirigentes estava que qualquer proposta a ser apreciada deveria levar em consideração a integralização da lei 510/2013, até a próxima data base. “Exigimos a continuidade da política da dobra do poder de compra e que seja revisto o corte de ponto”, esclareceu Valdeir Pereira.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Fernando Rizzolo

A Exclusão e o Pancadão

Uns anos atrás, escrevi um artigo sobre a repressão praticada pelos seguranças dentro dos shoppings centers em São Paulo, uma vez que não permitiam que grupos de jovens da periferia, que marcavam encontros chamados...

 
 
 
 
Sitevip Internet