Notícias / Entretenimento

13/06/19 às 19:55 / Atualizada: 13/06/19 às 20:03

Pontal do Araguaia - Estudantes alegam terem sido barrados em rodeio

Kayc Alves, Semana 7

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Pontal do Araguaia - Estudantes alegam terem sido barrados em rodeio

Foto: Divulgação

O Rodeio de Pontal do Araguaia teria barrado, na noite desta quarta-feira (12), portadores de Carteira de Identidade Estudantil, que queriam acessar o evento, pagando meia-entrada. Segundo estudantes, a portaria da festa se recusou a cobrar a meia tarifa, mesmo diante da apresentação do documento. O produtor do evento afirma que o benefício é concedido apenas àqueles que comprovarem o vínculo estudantil conforme expressa a lei.

O fato ocorreu na primeira noite do evento, que se estende até o sábado (15). Na ocasião, além do rodeio, estava previsto o show da dupla sertaneja João Neto e Frederico. O valor cobrado por ingresso foi de R$ 40,00.

Ao constatar recusa no atendimento ao benefício da meia-entrada, um estudante pediu a presença do representante do Diretório Central Estudantil do Araguaia (DCE), Eurides Mendes da Silva, que acompanhou o caso pessoalmente. Sob orientação de um advogado e da Polícia Militar, os dois universitários fizessem um vídeo, provando o impedimento na portaria do evento.

No vídeo, o qual o Semana7 teve acesso, o responsável pela portaria se recusa a dar o desconto de 50% ao estudante. “Eu consigo fazer por R$ 30,00, patrão”, diz o funcionário do evento. O universitário desiste de negociar e começa a se afastar. No momento, o responsável pela portaria faz uma nova proposta, mas que também não chega ao valor de meia-entrada. “Se pegar os cinco [ingressos] eu faço por R$ 25,00 cada um.”

Com o registro, a polícia determinou a condução da vítima, do representante do DCE e de um dos organizadores do evento até a delegacia, para confeccionar o Boletim de Ocorrência. Segundo Eurides, que falou com o Semana7 por mensagem, ainda hoje a Polícia Civil também deve colher depoimentos das partes.

Os estudantes alegam descumprimento da Lei Federal 12.933 de 2013, que estabelece benefício do pagamento de meia-entrada a estudantes, idosos, pessoas com deficiência e jovens de 15 a 29 anos carentes em eventos culturais e esportivos. Eles também citam o decreto 8.537 de 2015, que regulamenta a lei mencionada.

Nesta tarde, o representante do DCE, que estuda Contabilidade, na Faculdade Cathedral, se reúne com a promotoria de Justiça de Barra do Garças para que sejam tomadas medidas de garantir o benefício aos estudantes no evento. Ele revelou que a promotora plantonista deve assinar um documento determinando a obrigatoriedade da cobrança de meia aos beneficiários já para a noite desta quinta.

Ao Semana7, o produtor responsável pelo evento, Elcio Mendes, disse que a meia-entrada é permitida mediante a apresentação da Carteira de Identidade Estudantil oficial. Segundo ele, é esse documento que deve comprovar o vínculo da pessoa a uma instituição de ensino, conforme determina a legislação. Elcio alega que não é raro que pessoas tentem entrar em eventos afirmando falsamente terem direito ao benefício.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Evandro Carlos

Mauro Mendes, seu plano era “iludir”? Que pena, o meu era te fazer feliz!!!

A música Milu, do cantor mineiro Gustavo Lima, é um dos grandes hits da musica nacional da atualidade, nela o interprete conta a historia de alguém que vive iludido, lembrando que quem cai uma vez, cai três, mas que ele...

 
 
 
 
Sitevip Internet