Notícias / Meio Ambiente

03/06/19 às 23:03 / Atualizada: 03/06/19 às 23:23

Operação do Ibama e da Sema apreende meia tonelada de pescado no Vale do Araguaia

Operação Rios Federais II também contou com o apoio da Polícia Militar na repressão da pesca e caça ilegais na região.

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Operação do Ibama e da Sema apreende meia tonelada de pescado no Vale do Araguaia

Foto: Assessoria

O Ibama e a Secretaria de Estado de Meio Ambiente de Mato Grosso – Sema MT se uniram para fortalecer as ações de fiscalização dos rios no Vale do Araguaia. Com apoio da Polícia Militar, a operação Rios Federais II promoveu ações fiscalizatórias nos municípios de Novo Santo Antônio e Ribeirão Cascalheira, atuando no rio das Mortes; no interior de unidades de conservação como o Parque Estadual do Araguaia e a Reserva de Vida Silvestre Quelônios do Araguaia; no território indígena Xavante; além do rio Araguaia. A ação ocorreu entre os dias 24 e 30 de maio deste ano e flagrou cinquenta pessoas entre pescadores, comerciantes e piloteiros em atividade ilegal de pesca ou caça.
 
Dentre as atividades irregulares, um cidadão de Ribeirão Cascalheira foi autuado por transportar 18 tartarugas e teve seu barco e motor apreendidos. Todos os instrumentos utilizados nos crimes foram recolhidos pela equipe, o que abrange desde varas de pesca a embarcações, inclusive, na noite do dia 27 de maio, dois comerciantes locais foram autuados pelo transporte com guia irregular de 224 kg de peixe Pirarucu. O pescado foi doado às obras sociais de Novo Santo Antônio e a caminhonete utilizada foi apreendida.
 
Caravanas de pescadores de São Paulo representaram 80% das autuações. Grupos foram localizados pescando no interior das Unidades de Conservação, pescando com redes, tarrafas e anzóis de galho (apetrechos proibidos) e pescando peixes abaixo da medida ou acima da cota individual por pescador amador, ou seja, 05 kg e mais um exemplar. Um político e sete populares de Ribeirão Cascalheira também foram autuados e responderão administrativamente e criminalmente pelas práticas.
 
A operação resultou na apreensão total de 14 conjuntos de canoas e motores de popa; 87 conjuntos de varas de pesca; 126 anzóis; 01 freezer e 07 caixas térmicas; 01 caminhonete; 510 kg de pescado e 18 tartarugas que foram soltas no local.
 
Segundo o coordenador da operação Leandro Nogueira, apesar do êxito da ação, atividades nocivas ao meio ambiente tendem a continuar devido o descontrole na entrada e saída de turistas e das construções irregulares de ranchos nas Áreas de Preservação Permanente por turistas, além do funcionamento de pousadas ilegais. “Para os munícipes só fica o prejuízo: redução do estoque pesqueiro e acúmulo de lixo deixado pelos visitantes, porque essas práticas não geram empregos e não contribuem com a economia local”, conclui Nogueira.
  • Operação do Ibama e da Sema apreende meia tonelada de pescado no Vale do Araguaia
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Welyda Cristina de Carvalho

Ampliação da produção já depende de ferrovias

Todo ano, empresários do setor, produtores e governos têm dificuldade de criar condições para transportar grãos Uma nova safra recorde de milho e algodão começou a ser colhida e deve avançar...

 
 
 
 
Sitevip Internet