Notícias / Agricultura

03/06/19 às 20:03

IMAmt realiza treinamentos de segurança no trabalho e prevenção de incêndios

Assessoria de imprensa

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
IMAmt realiza treinamentos de segurança no trabalho e prevenção de incêndios

Foto: IMAmt

Os preparativos para a colheita de algodão em Mato Grosso – safra 2018/2019 já começaram. Produtores que semearam a 1ª safra da cultura, em dezembro de 2018, devem começar a ligar os motores das colhedoras em breve, porém as ações voltadas para a segurança no trabalho e prevenção de incêndio para os colaboradores nas propriedades e usinas de beneficiamento de algodão já tiveram início, assim como os com foco em máquinas, equipamentos e implementos agrícolas e na aplicação de agrotóxicos. Essas atividades estão sendo realizadas pelo Instituto Mato-grossense do Algodão (IMAmt), com apoio financeiro do Instituto Brasileiro do Algodão (IBA).

Mato Grosso, na safra 2018/2019, semeou 1,072 milhão de hectares, representando um aumento de aproximadamente 35% de área cultivada com algodão no comparativo com o ciclo 2017/2018, quando foram plantados 794,3 mil hectares. Conforme dados da Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão (AMPA) estima-se que sejam colhidas 1,867 milhão de toneladas de algodão em pluma.

O IMAmt, para atender a constante demanda, tanto por parte das propriedades rurais, como das unidades beneficiadoras, tem realizado desde o início do ano, diversas capacitações, com destaque para os treinamentos de segurança no trabalho e de combate a incêndios, uma vez que o algodão é uma cultura delicada e de fácil combustão. Dentre os treinamentos mais demandados, de acordo com o coordenador de Segurança do Trabalho do IMAmt, Engenheiro Amandio Pires Júnior, estão os de NR-35 (trabalho em altura), de NR-33 (trabalho em espaço confinado), de NR-12 (segurança em máquinas), de NR 31.8 – Segurança na aplicação de agrotóxicos e formação de brigada de incêndio.

Neste contexto e ainda com foco na segurança do trabalhador e prevenção de incêndios, são realizadas várias ações de integração de novos colaboradores ao ambiente de trabalho, com a difusão de informações básicas e normas de procedimentos em cada etapa do setor de produção e do beneficiamento de algodão.


Foto: IMAmt

O coordenador de projetos de treinamentos do IMAmt, Carlos Ferraz, lembra que para realização das atividades, as mesmas são organizadas e programadas mediante a demanda da classe produtora. Ferraz comenta ainda que há também treinamentos realizados em parceria com a fabricante de máquinas agrícolas John Deere e outros com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT).

“Os primeiros treinamentos realizados, em 2019, foram os destinados aos monitores de pragas do algodoeiro, preparando-os para a safra atual, os quais ocorreram no período de 13 a 15 de fevereiro nos municípios de Rondonópolis, Primavera do Leste e Campo Verde. No período de 20 a 22 de fevereiro, as atividades foram nos municípios de Sorriso, Campo Novo do Parecis e Sapezal. Ao longo do ano a expectativa é manter a realização de treinamentos que continuem atendendo as demandas do setor, principalmente os de operação e manutenção de máquinas agrícolas e outros equipamentos de grande utilização nas propriedades (empilhadeiras, pá carregadeiras, ferramentas rotativas elétricas, manuais e solda), além dos treinamentos voltados para RH e Gestão de Pessoas”, diz Ferraz.

PREVENÇÃO DE INCÊNDIOS

Amandio Pires Júnior lembra que não somente a prática da segurança no trabalho, mas também os cuidados e preventivos para evitar a ocorrência de incêndios, além de preservar a saúde e a vida dos trabalhadores, são fundamentais para minimizar as perdas econômicas na produção.

Destaque especial deve ser dado ao maquinário, quando se recomenda a realização de manutenções de rotina, principalmente a limpeza das colhedoras por pelo menos duas vezes ao dia, pois no processo de colheita, como estas trabalham com fluxo de ar e o material colhido entra em contato direto com partes rotativas da máquina, este atrito, no caso de acúmulo de resíduos, pode provocar início de incêndio e esse mesmo fluxo de ar, pode direcionar o fogo para dentro do espaço destinado ao armazenamento interno do algodão, gerando riscos de incendiar toda a máquina e o produto colhido; pontua o coordenador de Segurança do Trabalho do IMAmt.

Os cotonicultores de Mato Grosso que desejarem receber treinamentos em segurança no trabalho e prevenção de incêndios podem entrar em contato com o IMAmt, por meio dos telefones (65) 3321-6455 ou (65) 3321-6482.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Welyda Cristina de Carvalho

Ampliação da produção já depende de ferrovias

Todo ano, empresários do setor, produtores e governos têm dificuldade de criar condições para transportar grãos Uma nova safra recorde de milho e algodão começou a ser colhida e deve avançar...

 
 
 
 
Sitevip Internet