Notícias / Saúde e Ciência

21/05/19 às 09:32

Mais Médicos | Novo edital vai beneficiar 32 municípios em MT

Cláudia Santos, MinutoMT

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Mais Médicos | Novo edital vai beneficiar 32 municípios em MT

Foto: Divulgação

Mais de 6 milhões de pessoas que vivem nas áreas mais vulneráveis do Brasil terão a assistência na Atenção Primária reforçada nesta nova etapa do Programa Mais Médicos. Publicado no Diário Oficial da União (DOU) do último dia (13), o novo edital abre oportunidade para aproximadamente 790 municípios com altos índices de vulnerabilidade renovarem participação. As inscrições estarão abertas no período de 27 a 29 de maio.

Em Mato Grosso (MT), segundo o Ministério da Saúde, a nova etapa do programa vai contratar médicos em 32 municípios do Estado. São ofertadas vagas para municípios, Água Boa, Alto Garças, Alto Paraguai, Aripuanã, Barão de Melgaço, Bom Jesus do Araguaia, Cáceres, Cláudia, Cocalinho, Gaúcha do Norte, General Carneiro, Jangada, Juína, Lambari D’Oeste, Nortelândia, Nova Santa Helena, Nova Olímpia, Pedra Preta, Peixoto de Azevedo, Poconé, Querência, Rondolândia, Rosário Oeste, Santo do Céu, Santa Terezinha e Vila Rica.
 
A contratação de médicos nessa nova etapa é para prestarem assistência básica no atendimento primário, de baixa complexidade dentro do Programa Mais Médicos, em áreas historicamente com maiores dificuldades de acesso a exemplo das ribeirinhas, fluviais, quilombolas e indígenas e que dependem do atendimento do Sistema Único de Saúde (SUS).
 
Os médicos devem começar a atuar na Atenção Primária desses municípios a partir de junho.
Esta nova etapa corresponde ao 18ª do Ciclo do programa, que, nesta primeira fase, vai priorizar a participação de médicos formados e habilitados, com registro em qualquer Conselho Regional de Medicina do Brasil.

Além disso, para garantir imparcialidade na escolha dos médicos com CRM Brasil, o Ministério da Saúde estabeleceu critérios de classificação, como títulos de Especialista e/ou Residência Médica em Medicina da Família e Comunidade. A medida visa também garantir profissionais qualificados, preferencialmente com perfil de atendimento para a Atenção Primária.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • por Ana Paula, em 23/05/19 às 20:24

    Aí acabaria com o problema dos médicos que ñ faz plantões em Cocalinho, ganha mais de 30 mil e não fica no hospital.

 
 

veja maisArtigos

Dr. Rosário Casalenuovo Júnior

Queimada e tempo seco não são os agentes principais das doenças respiratórias

As clínicas de otorrinolaringologista e pneumologia ficam cheias nesta época do ano. Crianças e idosos sofrem para dormir, principalmente devido à baixa resistência do organismo, fato que provoca com facilidade...

 
 
 
 
Sitevip Internet