Notícias / Policial

16/05/19 às 14:03

Rio Verde (GO) - Pasta base de cocaína levada por avião apreendido em Goiás é de brasileiro que mora na Bolívia, diz PF

Policiais contaram quase 500 kg da droga foram descarregados por avião, que foi interceptado e apreendido. Três suspeitos de serem responsáveis por reaver a droga em terra morreram em troca de tiros com policias e piloto e co-polito foram presos.

Fábio Castro e Vanessa Martins, TV Anhanguera e G1 GO

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Rio Verde (GO) - Pasta base de cocaína levada por avião apreendido em Goiás é de brasileiro que mora na Bolívia, diz PF

Foto: Reprodução/TV Anhanguera

A Polícia Federal em Goiás descobriu que a droga apreendida no sudoeste do estado nesta quinta-feira (16), descarregada por um avião bimotor, é de um brasileiro que mora na Bolívia. O delegado da PF Rômulo Teixeira Cavalcanti disse que homem foi identificado depois que a Força Aérea Brasileira (FAB) encontrou o avião, apreendido na operação policial, fazendo trajeto para o país vizinho sem plano de voo.
 
“As investigações começaram a partir da informação da Força Aérea Brasileira, que detectou que essa aeronave fazia voos Brasil/Bolívia sem plano de voo. [...] As investigações continuam e vamos ver também quantas vezes e para quais pessoas foram distribuídas essas drogas”, explicou.
 
Operação da Polícia Militar de Goiás, Polícia Federal e FAB apreendeu esses 464 kg de pasta base de cocaína em Quirinópois, no sul goiano. Segundo os policias, a droga estava sendo levada por um avião bimotor, que desceu em uma pista rural e descarregou a carga, ainda em movimento, para em seguida decolar novamente.
 
Os policias contaram que, na pista, já haviam três pessoas esperando o carregamento de droga. Assim que elas foram descarregadas, segundo os PMs, os criminosos trocaram tiros com a equipe policial no local, e os três investigados morreram. O Instituto Médico Legal (IML)de Itumbiara, no sul goiano, ainda não identificou os corpos.
 
Ação no ar
 
A FAB disse que, a descarga e nova decolagem ocorreu em Quirinópolis. Como ele não tinha apresentado plano de voo, a Força Aérea acompanhou a descida dele até a pista em uma região rural com um "avião E-99 da FAB e, em seguida, por dois caças A-29 Super Tucano acionados pelo Comando de Operações Aeroespaciais (Comae)".
 
Segundo a FAB, o avião mal pousou e já levantou voo em seguida, tendo que ser interceptado novamente, desta vez "pela aeronave A-29", quando foi forçado a descer em Rio Verde, no sudoeste goiano. Chegando ao aeroporto da cidade, piloto e copiloto foram presos e o avião apreendido.
 
De acordo com a Força Aérea, foram usados "sistema eletro-óptico infravermelho" e "óculos de visão noturna" para conseguir encontrar e interceptar de forma segura o PT-JLE.
 
Todo o material apreendido na ação foi levado para a sede da Polícia Federal em Goiânia.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Paiva Netto

Hiroshima

Em 6 de agosto de 2019, precisamente às 8h15, completam-se 74 anos do lançamento da bomba atômica sobre Hiroshima, depois foi a vez de Nagasaki, também no Japão. Data que jamais será varrida das...

 
 
 
 
Sitevip Internet