Notícias / Governo de MT

02/05/19 às 07:40

Detran-MT arrecada R$ 1,3 milhão e prepara terceiro leilão no interior do Estado

No segundo leilão, foram colocados à disposição dos interessados 599 veículos, entre automóveis e motocicletas, e arrematados 460.

Carol Sanford | Secom-MT

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Detran-MT arrecada R$ 1,3 milhão e prepara terceiro leilão no interior do Estado

O próximo certame será realizado no final de maio, envolvendo 7 municípios do interior

Foto: Christiano Antonucci Secom MT

O segundo leilão de veículos realizado pelo Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT), em Cuiabá, arrecadou R$ 1,3 milhão. Os lances foram encerrados no último dia 25 de abril e um terceiro certame está sendo preparado para o final de maio, em sete municípios do interior do Estado.

Apesar da arrecadação com o leilão ter ficado um pouco abaixo da previsão inicial, que era de R$ 1,8 milhão, o diretor de Veículos da autarquia, Augusto Cordeiro, lembrou que, somando os dois primeiros certames, foi alcançado o montante de R$ 3,1 milhões. Neste segundo, foram colocados à disposição dos interessados 599 veículos, entre automóveis e motocicletas, e arrematados 460.

“A soma obtida com os dois primeiros leilões demonstra que será uma medida constante nesta nova gestão do Detran. Nestes 120 dias de 2019, o número de veículos leiloados e valores arrecadados é muito superior aos últimos quatro anos. Esse trabalho é uma prioridade no órgão, por isso, já estamos preparando o terceiro”, avisou Cordeiro.

O próximo leilão ocorrerá de forma simultânea nos municípios de Nobres, Nova Mutum, Lucas do Rio Verde, Sorriso, Vera, Cláudia e Sinop. Serão colocados à disposição dos interessados cerca de 750 veículos, entre automóveis e motocicletas. O Detran-MT está finalizando os relatórios e o edital com todas as informações do certame deve ser publicado ainda no mês de maio.

O presidente do Detran-MT, Gustavo Vasconcelos, destacou que os valores arrecadados são destinados ao pagamento das pendências financeiras que cada veículo possui com a administração estadual, uma vez que o leilão não pode gerar lucro.

“A resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) determina que os valores arrematados sejam utilizados para o pagamento dos débitos na seguinte ordem. Em primeiro, quitam-se dívidas com o próprio Detran, ou seja, com custos do leilão, estadia daquele veículo no pátio, taxas de licenciamento em atraso e multas. Com o que sobra, busca-se pagar o Imposto sobre Propriedades de Veículos Automotores (IPVA), junto à Secretaria de Fazenda (Sefaz)”, pontuou Vasconcelos.

Quando o valor arrematado pelo veículo for superior à dívida, é feito o ressarcimento ao proprietário. Porém, quando não há a quitação da pendência, o proprietário do veículo pode ser inscrito em dívida ativa.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Virginia Mendes

O amor de mãe

Antes mesmo que eu recebesse a benção de ser mãe de três filhos eu ouvia outras mães e até mesmo a minha mãe me falando que o amor de mãe é algo sem medidas. Hoje posso afirmar e garantir...

 
 
 
 
Sitevip Internet