Notícias / Cidades

28/04/19 às 14:45

Cuiabá - Festival estima produção de 16 mil pamonhas na Comunidade Rio dos Peixes

Fabiana Mendes, Olhar Direto

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Cuiabá - Festival estima produção de 16 mil pamonhas na Comunidade Rio dos Peixes

Foto: Reprodução

A segunda edição do Festival da Pamonha dos 300 anos, idealizado pela Prefeitura de Cuiabá, estima à produção de 16 mil pamonhas, com público próximo de 15 mil pessoas. O evento começa neste sábado, na região do Rio dos Peixes (localizada na altura do km 23 da Rodovia Emanuel Pinheiro, MT-251).

De acordo com assessoria de imprensa, o evento, que tem como objetivo fomentar o turismo e também a economia da Capital, vai até o feriado em celebração ao Dia do Trabalhador, quarta-feira (1º). As vendas se iniciam às 8h e vão até às 23h, durante os cinco dias de evento.

“Um evento festivo, que mistura as tradições brasileiras e vem com essa chamada pelo tricentenário da Capital. Foi um sucesso em sua primeira edição e neste ano vem se consolidar como mais um importante evento das festividades da cuiabania. Além disso, é um gerador de novos empregos, fomentando também a economia local e, assim, contribuindo para o desenvolvimento da cidade”, ressalta o prefeito Emanuel Pinheiro.

De acordo com o organizador Valdivino de Oliveira -  produtor de pamonha na região desde 1991 - o festival foi um sucesso no ano passado e os produtores receberam pedidos para que ele fosse estendido por mais dias.

“O primeiro ano deu muito certo. Conseguimos alcançar a produção e venda de 8 mil pamonhas, gerando uma renda de R$ 48 mil. Nesta edição, onde também estamos comemorando os 300 anos, a expectativa é que estes números dobrem e consigamos chegar a produção de mais de 15 mil pamonhas, sucessivamente, gerando uma renda maior também. Todo esse resultado só foi (e é) possível, devido a parceria com a Prefeitura, que sempre nos apoiou e somou ao nosso progresso”, diz Valdivino.

A comunidade Rio dos Peixes, com mais de 70 anos de existência, é formada por 280 chácaras. A tradicional região abriga bares e restaurantes. Com a realização do festival, o local ganhou notoriedade e o movimento tem aumentado gradativamente, ajudando a difundir o turismo da Capital.

“O objetivo é criar mais espaços, abrindo portas para que o turismo e também a cultura sejam difundidas, de forma que possamos, somados a isso, agregar renda e emprego para nossas comunidades. Essa é uma das marcas dessa gestão, que vem trabalhando pela transformação de Cuiabá. Nisso, temos a certeza que este ano, mais uma vez, o Festival será um sucesso”, frisa o secretário de Cultura, Esporte e Turismo, Francisco Vuolo.

Além da pamonha, o festival ainda oferecerá uma delicioso cardápio, com milho cozido e assado, curau e os restaurantes estarão servindo variados pratos típicos da “cuiabania”.

Serviço:
Assunto:  2ª edição do Festival da Pamonha  
Data: Abertura foi neste sábado (27) e vai até quarta-feira (1º)
Horário: início 8h até as 23h
Local: Rodovia Emanuel Pinheiro, altura do km 23, Comunidade Rio dos Peixes
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Virginia Mendes

O amor de mãe

Antes mesmo que eu recebesse a benção de ser mãe de três filhos eu ouvia outras mães e até mesmo a minha mãe me falando que o amor de mãe é algo sem medidas. Hoje posso afirmar e garantir...

 
 
 
 
Sitevip Internet