Notícias / Cidades

28/04/19 às 14:45

Cuiabá - Festival estima produção de 16 mil pamonhas na Comunidade Rio dos Peixes

Fabiana Mendes, Olhar Direto

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Cuiabá - Festival estima produção de 16 mil pamonhas na Comunidade Rio dos Peixes

Foto: Reprodução

A segunda edição do Festival da Pamonha dos 300 anos, idealizado pela Prefeitura de Cuiabá, estima à produção de 16 mil pamonhas, com público próximo de 15 mil pessoas. O evento começa neste sábado, na região do Rio dos Peixes (localizada na altura do km 23 da Rodovia Emanuel Pinheiro, MT-251).

De acordo com assessoria de imprensa, o evento, que tem como objetivo fomentar o turismo e também a economia da Capital, vai até o feriado em celebração ao Dia do Trabalhador, quarta-feira (1º). As vendas se iniciam às 8h e vão até às 23h, durante os cinco dias de evento.

“Um evento festivo, que mistura as tradições brasileiras e vem com essa chamada pelo tricentenário da Capital. Foi um sucesso em sua primeira edição e neste ano vem se consolidar como mais um importante evento das festividades da cuiabania. Além disso, é um gerador de novos empregos, fomentando também a economia local e, assim, contribuindo para o desenvolvimento da cidade”, ressalta o prefeito Emanuel Pinheiro.

De acordo com o organizador Valdivino de Oliveira -  produtor de pamonha na região desde 1991 - o festival foi um sucesso no ano passado e os produtores receberam pedidos para que ele fosse estendido por mais dias.

“O primeiro ano deu muito certo. Conseguimos alcançar a produção e venda de 8 mil pamonhas, gerando uma renda de R$ 48 mil. Nesta edição, onde também estamos comemorando os 300 anos, a expectativa é que estes números dobrem e consigamos chegar a produção de mais de 15 mil pamonhas, sucessivamente, gerando uma renda maior também. Todo esse resultado só foi (e é) possível, devido a parceria com a Prefeitura, que sempre nos apoiou e somou ao nosso progresso”, diz Valdivino.

A comunidade Rio dos Peixes, com mais de 70 anos de existência, é formada por 280 chácaras. A tradicional região abriga bares e restaurantes. Com a realização do festival, o local ganhou notoriedade e o movimento tem aumentado gradativamente, ajudando a difundir o turismo da Capital.

“O objetivo é criar mais espaços, abrindo portas para que o turismo e também a cultura sejam difundidas, de forma que possamos, somados a isso, agregar renda e emprego para nossas comunidades. Essa é uma das marcas dessa gestão, que vem trabalhando pela transformação de Cuiabá. Nisso, temos a certeza que este ano, mais uma vez, o Festival será um sucesso”, frisa o secretário de Cultura, Esporte e Turismo, Francisco Vuolo.

Além da pamonha, o festival ainda oferecerá uma delicioso cardápio, com milho cozido e assado, curau e os restaurantes estarão servindo variados pratos típicos da “cuiabania”.

Serviço:
Assunto:  2ª edição do Festival da Pamonha  
Data: Abertura foi neste sábado (27) e vai até quarta-feira (1º)
Horário: início 8h até as 23h
Local: Rodovia Emanuel Pinheiro, altura do km 23, Comunidade Rio dos Peixes
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 
 
Sitevip Internet