Notícias / Agronegócios

20/04/19 às 09:49 / Atualizada: 20/04/19 às 09:54

Mato Grosso lidera exportações no país no primeiro trimestre

Apesar de acumular faturamento 4,10% menor que em igual momento do ano passado, Estado responde sozinho por mais de 17% das divisas totalizadas pelo país

Marianna Peres, Diário de Cuiabá

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Mato Grosso lidera exportações no país no primeiro trimestre

Foto: Divulgação

As exportações mato-grossenses de produtos do agronegócio fecharam o primeiro semestre de 2019 com receita de US$ 3,78 bilhões, registrando o maior saldo comercial do país para o período.

Apesar de uma retração de 4,10% em relação ao acumulado em igual momento de 2018, os embarques mato-grossenses ficaram a frente da movimentação registrada em São Paulo, US$ 3,18 bilhões – que ocupa a segunda posição – e do Paraná com US$ 2,69 bilhões, terceiro lugar do ranking nacional. De janeiro a março do ano passado a receita estadual somou US$ 3,94 bilhões, conforme dados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Nesse período, o melhor momento para o embarque dos produtos do agro foi fevereiro, cujo faturamento gerou US$ 1,38 bilhão. Março foi o segundo melhor mês, com US$ 1,34 bilhão. Janeiro somou outros US$ 1,07 bilhão.

O carro-chefe das exportações segue sendo o complexo soja (grãos, farelo e óleo), produto que responde por 61,74% da receita gerada nos últimos três meses. Com 19,28% de participação está o milho. O complexo carnes (aves, suínos e bovinos) respondem por 8,84% e o algodão por 8,34%.

NEGÓCIOS - A receita do agro representa 98% do faturamento global registrado pelo Estado nos primeiros três meses do ano, em US$ 3,87 bilhões.

Dados do Ministério da Economia, Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Mato Grosso encerrou o primeiro trimestre do ano ocupando a 5ª posição entre os maiores estados exportadores do país. A receita é 5,82% maior frente a contabilizada em igual intervalo do ano passado. Ainda pelas estatísticas se observa que o saldo da Balança Comercial mato-grossense é o segundo maior do período, US$ 3,41 bilhões, atrás apenas do verificado em Minas Gerais, US$ 3,58 bilhões. Esse indicador reflete a diferença entre a receita gerada pelas exportações – US$ 3,87 bilhões – e o desembolso para custear as importações, que no caso de Mato Grosso somou US$ 466,93 milhões, cifras acumuladas de janeiro a março. No mesmo momento do ano passado, o saldo comercial fechava ligeiramente superior, US$ 3,43 bilhões.

BRASIL - No mês de março, as exportações do agronegócio somaram US$ 8,64 bilhões, valor 5,3% inferior aos US$ 9,12 bilhões exportados em março de 2018. A queda do valor exportado ocorreu em função, principalmente, da queda dos preços internacionais dos produtos exportados pelo Brasil. O índice de preço dos produtos exportados pelo agronegócio teve redução de 6,4%, porcentagem que foi em parte compensada pela elevação de 1,2% no volume das exportações.

A participação dos produtos do agronegócio nas exportações brasileiras, teve elevação de 1,5 ponto percentual, chegando a 47,6% de participação. O aumento da participação ocorreu apesar da queda de 5,3% nas vendas externas dos produtos do agronegócio, pois as exportações dos demais produtos apresentaram queda superior, de 14,2%.

Os cinco principais segmentos exportadores do agronegócio brasileiro foram: complexo soja (US$ 3,98 bilhões; 46,0% do valor exportado); carnes (US$ 1,23 bilhão; 14,3% do valor exportado); produtos florestais (US$ 1,10 bilhão; 12,7% do valor exportado); café (US$ 467,39 milhões; 5,4% do valor exportado); complexo sucroalcooleiro (US$ 392,70 milhões; 4,5% do valor exportado).

A participação desses cinco principais segmentos foi de 83% do valor total exportado pelo agronegócio brasileiro em março. No mesmo mês do ano anterior, as exportações desses setores tiveram participação de 84,2% do valor total exportado em produtos do agronegócio. Ou seja, houve desconcentração nas exportações do setor.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Telma Cenira Couto da Silva

Considerações sobre o eclipse solar parcial de 2 de julho

Só por curiosidade, estou enviando a figura que fornece/forneceu  a informação COMPLETA sobre o eclipse solar de 2 de julho último. Acima, à esquerda há um marcador com o sinal + que aumenta o mapa...

 

Enquete

Você é a favor ou contra a greve dos professores de MT

 
 
 
Sitevip Internet