Notícias / Policial

04/04/19 às 12:16

Bombeiros de MT participam de missão humanitária em Moçambique

Militares de Mato Grosso trabalharão coordenados pela ONU para ajudar vítimas de ciclone na África

Augusto Pereira, assessoria

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Bombeiros de MT participam de missão humanitária em Moçambique

Foto: Assessoria Bombeiros/MT

Dois bombeiros do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso chegaram nesta segunda-feira (01.04) à cidade de Beira, em Moçambique para socorrer a população afetada pelo ciclone Idai, ocorrido no dia 14 de março. Os militares de Mato Grosso fazem parte de um grupo de 20 Bombeiros da Força Nacional, convocados para ajudar a cidade, que fica na região do país mais atingida pela tempestade.

O Sargento BM Ciro Mariano, lotado em Cuiabá, conta que os bombeiros brasileiros saíram do Brasil na sexta-feira (29.03) pela manhã e fizeram escalas na Costa do Marfim e am Angola antes de chegar ao destino nesta segunda-feira. “Apesar da destruição na cidade, nós estamos numa área segura, distribuídos em duas barracas com água potável, alimento e medicamentos”, conta o sargento.

O outro bombeiro de Mato Grosso que compõe a missão da Força Nacional em Moçambique é o Sargento Rivanei Alves de Araújo, lotado em Barra do Garças. Os brasileiros são coordenados pela missão de paz da Organização das Nações Unidas (ONU). O maior desafio atualmente é oferecer abrigo e comida aos desabrigados do desastre. A montagem de barracas temporárias ainda é, quase vinte dias depois, uma necessidade para os moçambicanos da região afetada. O país ainda necessita de ajuda humanitária.


Brumadinho


As buscas na área do córrego do Feijão, na região soterrada pelo rompimento da represa de Brumadinho, foram encerradas nesta segunda com o progresso na localização de vítimas da tragédia. A colaboração da equipe de busca e resgate com cães do CBMMT permitiu a localização de fragmentos das vítimas, o que já permite identificação.

Há dias havia uma grande expectativa em encontrar um veículo onde que acreditava-se haver cinco pessoas. No fim da tarde, a equipe formado pelo soldado Luis Carlos e cadela Sheron indicaram o local. Após algumas horas de escavação o veículo foi encontrado e também um segmento de corpo. Os três militares que estão em Minas Gerais permanecerão nessa missão até o dia 11 de abril.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Lucas Lautert Dezordi

O problema estrutural por trás do leilão da Norte-Sul

Em maio do ano passado, durante a greve dos caminhoneiros, a dependência da cadeia produtiva nacional em relação ao transporte rodoviário ficou evidente. Essa grande concentração no movimento de cargas em...

 
 
 
 
Sitevip Internet