Notícias / Justiça

28/03/19 às 15:11 / Atualizada: 28/03/19 às 15:24

MPC-MT solicita inspeção do pregão realizado no Município de Paranatinga

Órgão de controle apura possíveis irregularidades, entre elas, o direcionamento na contratação da empresa vencedora do pregão

Assessoria MPC

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
MPC-MT solicita inspeção do pregão realizado no Município de Paranatinga

Foto: Diego Castro

O Ministério Público de Contas de Mato Grosso ingressou com uma representação interna no TCE-MT e solicitou inspeção com a finalidade de apurar supostas irregularidades no pregão presencial, decorrente da adesão à ata de registro de preços realizada pela Prefeitura Municipal de Paranatinga. O pregão foi elaborado para a contratação de infraestrutura de eventos e shows artísticos para celebrar o 53º Aniversário de Paranatinga e 1º Encontro de Violeiros.

Os equipamentos contratados para a festa através do pregão foram palcos, tendas, sonorização, iluminação, entre outros, além dos gastos com os artistas que totalizaram mais de 300 mil reais. A maior parte desse valor, aproximadamente 270 mil reais, vieram através do convênio firmado com a Secretaria de Cultura do Estado de Mato Grosso – Sec e a outra parte ficou sob responsabilidade do Município de Paranatinga.

A Prefeitura de Paranatinga aderiu à ata de registro de preço realizada pelo Município de Ribeirão Cascalheira. Para consolidar a adesão como a melhor proposta, foram apresentados quatro orçamentos cotados das seguintes empresas: Lopes Produções e Eventos, M.S. Claudio - Me, Anna Júllia & Gabriel Produções Artísticas e L.A Mensagens e Propagandas.

Após apresentação das propostas, o Presidente da Comissão Permanente de Licitação emitiu um comunicado e estabeleceu que o valor para contratação dos serviços fosse de até R$ 281 mil reais. Este fato, eliminou três dos quatro orçamentos restando apenas o da empresa M.S. Claudio – Me com menor valor e vencedora da licitação de Ribeirão Cascalheira a qual Paranatinga visava aderir.

Diante do exposto, o MP de Contas apura indícios que poderiam resultar em um possível direcionamento da contratação. Os quatro orçamentos apresentaram erros de escrita, mesma ordem das palavras, especificações dos itens, unidades e quantidades exatamente iguais, o que pressupõe manipulação dos orçamentos.

O superfaturamento na contratação dos shows artístico é outra irregularidade encontrada visto que, o cachê da dupla musical “Mayck e Lyan”, por exemplo, foi de 23 mil reais a mais aos valores praticados no município de Itiquira que também realizou a contratação dos mesmos artistas.

A escolha no procedimento licitatório também foi outro fator irregular apontado na representação interna. De acordo com o entendimento do Ministério Público de Contas e com base na lei de licitações (art. 25, III, da Lei 8.666/93), quando o artista tem somente um representante(exclusivo) que responde por ele, não haveria necessidade de se realizar a licitação, em virtude da inviabilidade de concorrência, o que não foi o caso dos artistas contratados para a festa, ou seja, uma nova licitação deveria ser feita pela Prefeitura de Paranatinga.

O Ministério Publico de Contas por meio do Procurador de Contas Gustavo Coelho Deschamps, requereu inspeção a Secretaria de Controle Externo (Secex) do TCE-MT, sobre as irregularidades citadas e também para verificar se realmente os serviços foram prestados.

Caso seja constatado a ocorrência de dano aos cofres públicos, o TCE-MT converterá a representação interna em Tomada de Contas Ordinária, para quantificar e identificar os responsáveis. Após a elaboração do relatório conclusivo e a citação dos responsáveis, o Ministério Público de Contas apresentará parecer conclusivo sobre este processo.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Paiva Netto

Os servidores de Deus e a hora presente

Atravessamos um momento de transformação no mundo, radical e turbulento sob muitos aspectos, o que exige de nós capacidade superior no enfrentamento de obstáculos de todos os matizes. Não me refiro a uma correria...

 
 
 
 
Sitevip Internet