Notícias / Policial

14/03/19 às 16:42

Diretores da PJC e Sesp participam de reunião com empresas de Defensivos Agrícolas

Assessoria Polícia Civil

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Diretores da PJC e Sesp participam de reunião com empresas de Defensivos Agrícolas

Foto: Assessoria Polícia Civil

Diretores da Polícia Judiciária Civil junto a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) participaram de uma reunião, na manhã de quarta-feira (13.03) com fabricantes e empresas do seguimento de transporte e logística de defensivos agrícolas. O encontro visou o estreitamento do relacionamento entre as instituições no combate ao roubo, furto e falsificação dos produtos.

Na reunião, o delegado geral da Polícia Civil, Mario Dermeval Aravechia de Resende, o diretor de Atividades Especiais, Fernando Vasco Spinelli Pigozzi, o diretor de Inteligência, Juliano Silva de Carvalho, o secretário adjunto de inteligência Wylton Massao Ohara e o superintendente de inteligência, Diogo Santana Souza, receberam representantes das empresas FMC Agrícola, Basf Agro, Agro Bayer, Bravo, Luft Agro, Syngeta e Gentleman Escolta. 

O objetivo principal do encontro foi a proposição de um acordo de cooperação técnica que será celebrado entre o Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Defesa Vegetal (Sindiveg) e a SESP/MT, buscando o aprimoramento dos trabalhos de combate a roubos, furtos e falsificação de defensivos.

“Foi um encontro com grandes empresas responsáveis pela fabricação, distribuição e comercialização de defensivos que tiveram oportunidade de pleitear algumas situações e propor a cooperação ao trabalho desevolvido pela Segurança Pública”, afirmou o Mario Dermeval.

Segundo o superintendente de inteligência, Diogo Santana, entre as pautas abordadas estavam, o treinamento e a capacitação de policiais para o enfrentamento dos crimes de roubo, furto e falsificação de defensivos agrícolas, bem como o fornecimento de mecanismos que otimizem os trabalhos que são realizados na repressão a estas modalidades criminosas.

“Atualmente já existe uma parceria estabelecida entre a Gerencia de Combate ao Crime Organizado (GCCO) e as empresas relacionadas com defensivos agrícolas, que resultou em grandes apreensões e prisões de suspeitos em todo o Estado. Portanto, buscamos com a formalização do acordo de cooperação técnica o fortalecimento e a ampliação deste trabalho integrado já existente”, destacou Diogo.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Dr. Rosário Casalenuovo Júnior

Queimada e tempo seco não são os agentes principais das doenças respiratórias

As clínicas de otorrinolaringologista e pneumologia ficam cheias nesta época do ano. Crianças e idosos sofrem para dormir, principalmente devido à baixa resistência do organismo, fato que provoca com facilidade...

 
 
 
 
Sitevip Internet