Notícias / Governo de MT

14/03/19 às 14:49

Detran esclarece mudanças no trâmite do pagamento do Seguro DPVAT

Somente após a compensação do Seguro DPVAT, além das taxas de IPVA e licenciamento, o Detran pode liberar o CRLV anual aos proprietários de veículos automotores.

Assessoria

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Detran esclarece mudanças no trâmite do pagamento do Seguro DPVAT

Foto: Assessoria

O Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT) esclarece que devido ao rompimento do contrato entre o Banco do Brasil e a empresa de tecnologia que envia informações para a compensação de pagamentos, junto à Seguradora Líder, responsável pela administração do Seguro DPVAT, o prazo para a liberação do comprovante de pagamento pode levar de 24 a 72 horas.

Somente após a compensação do Seguro DPVAT, além das taxas de IPVA e licenciamento, o Detran pode liberar o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) anual aos proprietários de veículos automotores.

O Detran esclarece não ter sido informado previamente da decisão, tomada pelo Banco do Brasil, cuja sede está localizada em Brasília (DF). Antes do rompimento de contrato, a empresa de tecnologia informava a compensação de pagamentos do DPVAT a cada quinze minutos.

A autarquia pede desculpas aos usuários pelo transtorno e informa estar trabalhando para que a situação seja resolvida o mais breve possível.

Os pagamentos do DPVAT podem ser feitos em qualquer agência bancária, porém com tempo de compensação de até 72h. Os proprietários de veículos que tiverem pressa para resolver a demanda podem procurar as agências bancárias Sicoob e Sicredi, que ainda mantém a compensação do pagamento em 15 minutos.

O DPVAT é um imposto com arrecadação destinada ao Governo Federal. O seguro oferece cobertura abrangente para todas as vítimas de acidentes de trânsito registrados em território nacional.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

José Luiz Tejon Megido

China: consumidores globais, vontades iguais

Todos temos uma ideia aproximada da expansão da China, que cresce, em média, 9,7% ao ano desde 2000. A China tem quase 100 firmas dentre as 500 maiores do mundo, e tem o 2° maior Produto Interno Bruto (PIB) do planeta, em busca...

 
 
 
 
Sitevip Internet