Notícias / Meio Ambiente

12/02/19 às 18:56 / Atualizada: 12/02/19 às 19:09

Alto Araguaia/MT - Uniformes e móveis para escolas são confeccionados por reeducandos

Desde o ano passado, na oficina de costura foram produzidos mais de 3,5 mil jogos de uniformes para atender a rede de educação municipal.

Raquel Teixeira | Sesp-MT

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Alto Araguaia/MT - Uniformes e móveis para escolas são confeccionados por reeducandos

Foto: Assessoria Sejudh-MT

Reeducandos da unidade prisional de Alto Araguaia estão colaborando na prestação de serviços ao município com a confecção de móveis e uniformes para a rede de educação da cidade. Neste início de ano, o grupo que trabalha na marcenaria da cadeia fez a reforma de berços para a creche municipal Maria Ferreira Ribeiro. E na oficina de costura confeccionaram cortinas para a unidade educacional, além de dezenas de peças de uniformes para atender os novos estudantes.

Desde o ano passado, na oficina de costura foram produzidas mais de 3.500 peças de uniformes (bermudas e camisetas) para atender a rede de educação municipal, dentro do projeto Educando para Ressocializar, que envolve outras atividades laborais. O projeto é realizado em uma parceria entre a Prefeitura de Alto Araguaia, Conselho da Comunidade, Secretaria de Justiça e Direitos Humanos, Poder Judiciário e Ministério Público.




Para este ano foram feitos 700 jogos de camisetas e bermudas que atenderão novos alunos do ano letivo de 2019, além de 20 cortinas e reforma e pintura de 10 berços.

O diretor da unidade prisional, Djalma Alves Junior, explica que a prefeitura forneceu todos os insumos necessários – tecidos, serigrafia, linhas – e a mão de obra de obra fica por conta dos reeducandos que já trabalham na oficina de costura da cadeia, reduzindo desta forma os custos para o poder público.

“Temos procurado estimular as atividades laborais, especialmente na costura, porque vemos que nela os reeducandos se tornam capazes de produzir”, destacou o diretor, acrescentando que os reeducandos com mais experiência na costura treinaram os demais.

A oficina de costura tem capacidade para produzir até 80 uniformes por dia. Com o trabalho, os reeducandos recebem remição da pena conforme prevê a Lei de Execução Penal que determina que a cada três dias, um dia é descontado na pena recebida.




Berços em reforma na marcenaria da cadeia 

Na marcenaria da cadeia também são produzidos móveis e outros objetos. Uma parceria da unidade prisional com a Associação dos Apicultores de Alto Araguaia possibilitou a confecção de caixas para colheita de mel. As madeiras são oriundas de doações da Justiça.

M.R. está na unidade desde 2009 e conseguiu aprender as primeiras instruções de como cortar um tecido com molde e a fazer a costura. Depois ficou responsável por treinar os outros reeducandos. Ele explica que cada um fica encarregado de uma parte da confecção: corte, fechamento e acabamento. “É uma chance que tenho de ocupar o tempo e contribuir com outras pessoas”.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Virginia Mendes

Mulher, Juntas podemos mais!

Neste 8 de março – Dia Internacional da Mulher -, quero, inicialmente, convidar a todos para olhar e escutar com mais carinho e atenção as mulheres que estão ao seu redor. Isso é algo que deve vir antes de...

 
 
 
 
Sitevip Internet