Notícias / Governo de MT

30/01/19 às 14:54

Detran faz leilão e reciclagem de veículos com expectativa de arrecadar R$ 1,5 milhão

Carol Sanford | Detran/MT

Imprimir Enviar para um amigo
Detran faz leilão e reciclagem de veículos com expectativa de arrecadar R$ 1,5 milhão

Foto: Mayke Toscano

O Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran/MT) publicou no Diário Oficial do Estado, que circula nesta quarta-feira (30.01), o edital para o leilão de 444 veículos, com lances iniciais de R$ 300 a R$ 16 mil. A expectativa de arrecadação com a medida é de R$ 1,5 milhão, além de promover a limpeza dos pátios da autarquia em todo o Estado.
 
O presidente do Detran, Gustavo Vasconcelos, explicou que o leilão será realizado com veículos aptos a circular apreendidos e que estão nos pátios do órgão há mais de dois anos.
 
“Esse procedimento deverá ser realizado a cada dois meses para que haja uma limpeza dos pátios do Detran. O primeiro está sendo realizado em Cuiabá, mas os seguintes ocorrerão no interior. Nosso objetivo é evitar que os veículos, que são servíveis, virem sucata”, disse.
 
Conforme o edital, nos três dias que antecedem o leilão, a ser realizado no dia 28 de fevereiro, será aberta a visitação ao pátio do Detran e os interessados poderão verificar as condições dos veículos. 
 
Atualmente, cerca de 40 mil veículos, entre carros e motos, estão removidos para os pátios da autarquia em todo o Estado. Para o leilão, estão destinados 74 carros e 370 motocicletas. O ato será realizado pelo leiloeiro Flares Aguiar da Silva e os lances poderão ser ofertados apenas através do portal www.faleiloes.com.br.
 
Reciclagem
 
Paralelamente ao leilão, outra medida tomada para a limpeza dos pátios da autarquia, é a reciclagem dos veículos inservíveis, aqueles que não estão aptos a voltar a circular pelas vias públicas.
 
De acordo com o diretor de Veículos do Detran, Augusto Cordeiro, onze mil veículos serão reciclados em todo o Estado, durante o ano de 2019. Em Cuiabá, a previsão é de que 538 veículos, entre carros e motos, passem pela descontaminação e prensagem.
 
“Quando o veículo permanece por um ano no pátio do Detran, sem a solicitação de retirada pelo proprietário, a legislação autoriza os órgãos a fazerem a reciclagem, que é realizada por empresas especializadas. Esse trabalho consiste na descontaminação, compreendendo a retirada da bateria, óleo, combustível e pneus, e depois o esmagamento do veículo”, explicou Cordeiro.
 
A descontaminação dos veículos em Cuiabá deverá durar cerca de 10 dias. Após esse trabalho, uma empresa especializada fará a prensagem e venda do material ferroso a uma siderúrgica. A receita obtida com a venda do produto reciclado é referente ao valor do quilo do material ferroso e destinada ao órgão de trânsito.
 
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Paiva Netto

Os servidores de Deus e a hora presente

Atravessamos um momento de transformação no mundo, radical e turbulento sob muitos aspectos, o que exige de nós capacidade superior no enfrentamento de obstáculos de todos os matizes. Não me refiro a uma correria...

 
 
 
 
Sitevip Internet