Notícias / Agricultura

18/01/19 às 16:44

Senador pede revogação da decisão que concede terras Suiá-Missu aos índios Xavante

Só Notícias/Marco Stamm

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Senador pede revogação da decisão que concede terras Suiá-Missu aos índios Xavante

Foto: Só Notícias

O senador e deputado federal eleito, José Medeiros (Podemos), saiu em defesa dos posseiros e produtores rurais que foram retirados da Gleba Suiá-Missu, nos municípios de Aldo Boa Vista e São Félix do Araguaia, em 2012. Ele confirmou que se reuniu com representantes da Secretaria de Assuntos Fundiários do Governo Federal e formalizou o pedido para revisão da desintrusão (medida legal para concretizar a posse de terra a um povo indígena) e disse que a pretensão do atual governo é fazer uma nova análise do caso.

Medeiros classificou a concessão das terras aos índios da etnia Xavante como “uma das maiores injustiças de Mato Grosso”, lembrou que os desalojados não foram indenizados e citou mais de 20 suicídios cometidos em razão da disputa pelas propriedades.

“Foi feito, oficialmente, um pedido ao governo federal e deu-se início aos procedimentos para que seja revista aquela desintrusão da reserva Suiá-Missu. Nós não queremos tirar terras dos indígenas, [queremos] que [os índios] sejam alocados em outro local, mas que os que ali já estavam, que compraram as suas terras possam ter segurança jurídica”, declarou nas redes sociais.

O parlamentar defendeu os posseiros dizendo que eles têm registro das terras. “O Brasil precisa ter segurança jurídica. As pessoas tinham as escrituras registradas em cartório e registro é propriedade. O Brasil não pode confirmar atos que atentaram contra a segurança jurídica, o Brasil precisa convalidar o direito a propriedade”, completou.

As disputas pelas terras na reserva Suiá-Missu se estendem desde a década de 1970, quando a gleba era uma fazenda da companhia de petróleo Agip. Em 1998, no governo de Fernando Henrique Cardoso (PSDB), a reserva indígena foi homologada e em 2005, no governo de Lula, os índios Xavante ocuparam o lugar. Somente em 2012 a desintrusão foi executada, os posseiros foram retirados e os imóveis foram demolidos. Em 2014 houve uma tentativa de reaver a posse dos imóveis, mas a Polícia Federal agiu e destruiu os últimos prédios.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • por Sirilo, em 18/01/19 às 21:18

    Onde fica Aldo Boa Vista? Resposta: No vale do Araguaia de Mato Grosso

 
 

veja maisArtigos

Paiva Netto

Hiroshima

Em 6 de agosto de 2019, precisamente às 8h15, completam-se 74 anos do lançamento da bomba atômica sobre Hiroshima, depois foi a vez de Nagasaki, também no Japão. Data que jamais será varrida das...

 
 
 
 
Sitevip Internet