Notícias / Agricultura

17/01/19 às 16:38

Produtor rural pode ficar sem máquinas agrícolas neste ano

Abimaq diz que recursos do Moderfrota não serão suficientes até o fim do Plano Safra 2018/2019; entidade pediu aporte de R$ 3 bilhões

Estadão Conteúdo

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Produtor rural pode ficar sem máquinas agrícolas neste ano

Foto: Porto de Rio Grande

A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq) solicitou ao governo um aporte de R$ 3 bilhões no orçamento do Programa de Modernização da Frota de Tratores Agrícolas e Implementos Associados e Colheitadeiras (Moderfrota). O pedido foi feito à ministra da Agricultura, Tereza Cristina, e ao ministro chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, com sugestões de remanejamento de verbas de outros programas suplementares. Em novembro, Marquesan já havia tido uma reunião sobre o assunto com os futuros representantes do governo Bolsonaro.
 
Atualmente, o Moderfrota é a principal linha de financiamento de tratores e colheitadeiras do país, fomentada com recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e com juros de 7,5% a 9,5% ao ano. A Abimaq alega insuficiência dos valores do programa de financiamento para máquinas e implementos agrícolas até o fim do atual Plano Safra 2018/2019.

“Estamos vendo que o saldo que está sobrando do Moderfrota, por volta de R$ 4 bilhões, não chega até 31 de março de 2019, três meses antes do fim do ciclo agrícola do Plano Safra 2018/2019, em 30 de junho. Não vai ter dinheiro para o financiamento nas principais feiras de máquinas do país, que começam justamente a partir desse mês”, afirmou o presidente da entidade, João Carlos Marchesan.

De acordo com levantamento da entidade, a linha já consumiu R$ 4,1 bilhões no período de julho a outubro de 2018 dos R$ 8,9 bilhões destinados para atual plano safra  2018/2019. Ainda segundo a Abimaq, houve um crescimento de 58% no desembolso feito pelos produtores rurais.

“O segmento agrícola está investindo, renovando seu parque de máquinas, e não podemos perder este momento”, argumentou Marchesan.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Paiva Netto

Hiroshima

Em 6 de agosto de 2019, precisamente às 8h15, completam-se 74 anos do lançamento da bomba atômica sobre Hiroshima, depois foi a vez de Nagasaki, também no Japão. Data que jamais será varrida das...

 
 
 
 
Sitevip Internet