Notícias / Governo de MT

15/01/19 às 19:58

Mendes se 'assusta' com folha do MTI e diz que tem servidores ganhando até R$ 52 mil

Carlos Gustavo Dorileo/Olhar Direto

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Mendes se 'assusta' com folha do MTI e diz que tem servidores ganhando até R$ 52 mil

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Aguardando decisão dos deputados sobre seu projeto de reforma administrativa, que conta com a extinção de nove secretarias e de seis empresas mistas, o governador Mauro Mendes (DEM) afirmou ter se assustado com os supersalários que encontrou na folha da Empresa Mato-grossense de Tecnologia da Informação (MTI), onde revelou ter encontrado funcionários recebendo até R$ 52 mil por mês.

De acordo com o governador, que está buscando em todos os setores a redução de gastos, a grande maioria dos funcionários do MTI recebe salário acima de R$ 20 mil. A empresa pública é uma das seis que Mendes pretende extinguir.

“Na MTI, antiga Cepromat tem gente lá com os salários de R$ 52 mil, de R$ 48, R$ 45, R$ 42, R$ 38, de R$ 30, de R$ 24 mil. A grande maioria dos funcionários ganha acima de R$ 20 mil”, disse o democrata.

Ainda conforme Mendes, sua equipe realizou pesquisas em empresas privadas que contam com serviços de profissionais semelhantes ao que prestam serviços a MTI e encontraram salários muitos inferiores ao que o Estado está pagando.

“Uma empresa de tecnologia hoje no mercado, tive até dificuldade de perguntar, mas empresas mais ou menos que tem na folha, analistas de sistema, programadores, o funcionário ganha R$ 8, R$ 10, R$ 12 mil. Um analista sênior ganha em torno de R$ 12 mil a R$ 14 mil trabalhando em uma grande empresa”, explicou.

Caso o projeto seja aprovado pela Assembleia Legislativa, serão extintas além do MTI, outras quatro empresas estatais, além de uma autarquia. São elas: Agência de Fomento do Estado de Mato Grosso S.A. - MT FOMENTO; Central de Abastecimento do Estado de Mato Grosso - CEASA/MT; Companhia Mato-grossense de Mineração – METAMAT; Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural – EMPAER.

Ao encaminhar o pacote de projetos batizado como “Pacto por Mato Grosso’ aos deputados, Mendes pediu urgência e que seja aprovado o mais rápido possível, devido a situação financeira caótica que o Estado vive.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Paiva Netto

Hiroshima

Em 6 de agosto de 2019, precisamente às 8h15, completam-se 74 anos do lançamento da bomba atômica sobre Hiroshima, depois foi a vez de Nagasaki, também no Japão. Data que jamais será varrida das...

 
 
 
 
Sitevip Internet