Notícias / Acidentes

29/12/18 às 12:13

Cuiabá - Morre cantor sertanejo, segunda vítima de atropelamento na frente de boate

Ana Flávia Corrêa, Gazeta Digital

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Cuiabá - Morre cantor sertanejo, segunda vítima de atropelamento na frente de boate

Foto: Reprodução

O cantor sertanejo Ramon Alcides, 25, morreu na tarde desta sexta-feira (28). Ele foi atropelado na madrugada do último domingo (23), quando saia da casa noturna Valley Pub, na Capital.
 
"Com uma dor indescritível que informo a todos os amigos e irmãos que tanto se empenharam por sua salvação, que o nosso filho, amigo, cantor, que cantou e encantou durante 25 anos, vai cantar e encantar nos palcos superiores", afirmou o pai do cantor sertanejo, o procurador Mauro Viveiros. 
 
Ele saía da boate junto às jovens Myllena Inocêncio, 22, e Hya Girotto, 21, quando foram atropelados pela professora Rafaela Screnci, 33. Myllena morreu na hora e os outros dois ficaram em estado gravíssimo. O cantor sertanejo teve traumatismo craniano. 
 
Por meio de uma nota desta quarta-feira (26), o irmão do cantor, Mauro Viveiros, afirmou que exames constataram lesões cerebrais graves e irreversíveis. 
 
"Conforme muito noticiado, hoje de manhã o Ra teve sérias intercorrências em seu quadro clínico, com severas elevações de sua pressão intracraniana. Após realização de exames de tomografia e ressonância magnética, foram constatadas lesões bastante significativas na estrutura cerebral dele, o que já era esperado em razão da gravidade do acidente ocorrido", disse Mauro. 
 
O caso 
 
De acordo com informações da Delegacia de Delitos de Trânsito (Deletran), a condutora da caminhonete trafegava pelo sentido bairro-centro quando atingiu os pedestres. Eles foram socorridos pela equipe médica do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhados para o Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá.    
 
Rafaela se negou a fazer o teste de bafômetro e foi encaminhada para o Instituto Médico Legal (IML) para fazer exames clínicos e, em seguida, conduzida para Central de Flagrantes para medidas criminais e administrativas.    
 
A suspeita ganhou liberdade na última segunda-feira (24) após passar por audiência de custódia. Conforme decisão do juiz Jeverson Quinteiro, Rafaela deve pagar fiança estabelecida em R$ 9,5 mil. Como medida cautelar, ela teve a Carteira de Habilitação (CNH) recolhida, deve comparecer mensalmente em juízo e se recolher rotineiramente nos períodos noturnos e aos finais de semana.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Aurélio Mendanha

Ande lega! Direitos e deveres de quem anda de Bicicleta

No Brasil e não seria diferente no Município de Agua Boa, cada vez mais as bicicletas são usadas como um meio alternativo de transporte. Andar de bicicleta é uma atividade que tem encontrado cada vez mais adeptos na...

 
 
 
 
Sitevip Internet