Notícias / Notícias Gerais

25/12/18 às 15:41

São Paulo/SP - Ex-deputado federal Luiz Carlos Sigmaringa Seixas morre aos 74 anos

Jurista foi filiado ao PMDB, ao PSDB e ao PT. Como advogado, defendeu presos políticos e estudantes na ditadura militar.

G1 DF e TV Globo

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
São Paulo/SP - Ex-deputado federal Luiz Carlos Sigmaringa Seixas morre aos 74 anos

Ex-deputado Luiz Carlos Sigmaringa Seixas, em imagem de arquivo

Foto: TV Globo/Acervo

O advogado e ex-deputado federal Luiz Carlos Sigmaringa Seixas morreu nesta terça-feira (25), em São Paulo, aos 74 anos. Ele estava internado no Hospital Sírio-Libanês, onde fez transplante de medula para combater uma mielodisplasia – um tipo de falência da medula óssea na produção de células.
 
Segundo a família, ele conseguiu fazer o transplante, mas com baixa compatibilidade. Após a operação, o jurista ficou com baixa imunidade e foi atacado por uma infecção.
 
O corpo de Sigmaringa Seixas será sepultado em Brasília. O velório deve começar às 8h desta quarta (26) no cemitério Campo da Esperança, na Asa Sul, e o enterro está previsto para as 16h30.
 
Ex-deputado Luiz Carlos Sigmaringa Seixas, em imagem de arquivo — Foto: TV Globo/Acervo
Ex-deputado Luiz Carlos Sigmaringa Seixas, em imagem de arquivo — Foto: TV Globo/Acervo
 
Nascido em Niterói (RJ) e formado em Direito na Universidade Federal Fluminense (UFF), ele se mudou para Brasília na década de 1970. Na capital, tornou-se conselheiro da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-DF) de 1976 a 1984.
 
O jurista ficou conhecido por defender presos políticos e estudantes durante a ditadura militar. Com a abertura democrática, foi eleito parlamentar.
 
O advogado Luiz Carlos Sigmaringa Seixas (centro), em foto de 1983, quando advogados defendem a OAB-DF da interdição dos militares — Foto: Reprodução
O advogado Luiz Carlos Sigmaringa Seixas (centro), em foto de 1983, quando advogados defendem a OAB-DF da interdição dos militares — Foto: Reprodução
 
Sigmaringa Seixas foi eleito deputado federal para a Assembleia Nacional Constituinte de 1987, pelo PMDB-DF, e transitava com facilidade no ambiente político.
 
Ele teve outras duas passagens pela Câmara dos Deputados, sempre por diferentes partidos: pelo PSDB, de 1991 a 1995, e pelo PT, de 2003 a 2017.
 
Em 1994, o advogado foi candidato ao Senado pelo PSDB, mas recebeu 10,51% dos votos e não foi eleito. As vagas ficaram com Lauro Campos (PT) e José Roberto Arruda (PP).
 
Repercussão
 
O presidente da República, Michel Temer, postou uma mensagem de luto no início da tarde de terça-feira (25): "Lamento imensamente a morte do grande advogado e homem público, Sigmaringa Seixas, um lutador pela democracia brasileira. Meus sentimentos de pesar à familia e amigos".
 
A morte também foi lamentada pelo governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg (PSB), nas redes sociais. "Sempre investiu no diálogo para buscar soluções para o Brasil", escreveu. Ele decretou luto oficial de três dias na capital.
 
A presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann, chamou o advogado de "lutador incansável pela justiça e pela democracia em nosso país".
 
Em nota, o Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) manifestou profundo pesar. O presidente nacional da Ordem, Claudio Lamachia, diz no texto que Seixas teve atuação "memorável tanto na defesa dos Direitos Humanos como também na dedicação a advocacia".
 
"Com longa dedicação a política, foi deputado federal constituinte e teve atuação marcada pela defesa das causas humanistas", diz a OAB. Seixas foi conselheiro da entidade no DF entre 1976 e 1984, além de consultor da Anistia Internacional e vice-presidente do Comitê Brasileiro de Anistia no DF.
 
O pai dele, o também advogado Antônio Carlos Sigmaringa Seixas, morreu aos 94 anos em 2016.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Dr. Rosário Casalenuovo Júnior

Coisas de Preto

Cada povo tem seu dom, sua habilidade e no Brasil temos a riqueza de todas as cores de pele,tipos de cabelo, todas as culturas do mundo, diferentes etnias. E no meu ponto de vista, a maior riqueza da humanidade é a diversidade.  Mas...

 

Enquete

Se a eleição para presidente tivesse Jair Bolsonaro e Sérgio Moro como candidatos, em quem você votaria?

 
 
 
Sitevip Internet