Notícias / Cidades

24/12/18 às 12:29

Rio transbordado desencadeou nascimento da cidade de 'Feliz Natal', em Mato Grosso

Isabela Mercuri, Olhar Conceito

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Rio transbordado desencadeou nascimento da cidade de 'Feliz Natal', em Mato Grosso

Foto: Reprodução / Rede Globo

No interior de Mato Grosso, a cerca de 530 quilômetros de Cuiabá, fica um município muito novo: Feliz Natal. A cidade, que chama atenção pelo nome e atrai ainda mais atenções no final de ano, surgiu de forma inusitada e, até hoje, vivem lá alguns de seus pioneiros. Seu Natalino Passador, por exemplo, foi um dos primeiros a chegar. Ele não estava lá na noite em que os primeiros habitantes passaram, mas sabe bem o que aconteceu.

“Começou em um dia de Natal. Uma família foi passar na água, e não conseguiu subir. Pousaram duas noites lá, também na noite de Natal, e foram embora. Eles deixaram uma placa escrito ‘Feliz Natal’. E foi assim que começou”, contou ao Olhar Conceito.

Seu Natalino e Dona Tereza (Foto: Arquivo Pessoal)

Segundo o imortal da Academia Mato-Grossense de Letras João Carlos Vicente Ferreira, o ocorrido se deu em 1978. “No alvorecer do ano de 1.978, vários empresários do ramo madeireiro, a grande maioria da cidade de Sinop, deslocaram-se para a região do Rio Ferro, em face da abundância de madeiras ainda inexploradas e a fertilidade do solo daquele local. 

Paralelamente á exploração de madeiras, outros empresários agropecuários investiam maciçamente na região, dentre estes a Agropecuária Cônsul S/A, Luiz Vicentini (Fazenda Bandeirantes), Flávio Turquino (Fazenda Uirapuru), Nova Aliança S/A Agropecuária, Nelson Tarnoski entre outros”, afirmou, em artigo publicado em 2017.

Os empresários decidiram voltar para Sinop para passar a noite de Natal com seus familiares, mas encontraram um riacho transbordando no entardecer do dia 23 de dezembro, e ficaram presos. Tiveram que passar a ‘Noite Feliz’ por ali, e provavelmente foram eles que deixaram a plaquinha de ‘Feliz Natal’ que Natalino se recorda.

 Feliz Natal (Foto: TV Globo)

Foi em 1980 que Natalino chegou ao vilarejo. Na época, ainda não era uma cidade. “Eu vim pra cá porque queria mexer com madeira. Depois a madeira acabou e começamos a plantar roça e soja”, lembra. Ele e a esposa, Tereza Passador, foram já com os filhos, e os dias não foram nada fáceis.

“Gosto daqui, lugar bom pra plantar, pra colher e pra tudo. [Mas] foi penado. Bastante. Saíamos com caminhão daqui pra cidade, e tinha que levar pedra junto pra tampar os buracos com a mão. Tinha que trazer comida de Cuiabá. Levava madeira e trazia comida. A vida foi sofrida, não foi fácil”, relembra. “Moro aqui há todo esse tempo e gosto muito. Criei boi, faço roça e estou velho demais também, hoje estou mais descansando e trabalhando”, brinca.

Seu Natalino tem 88 anos de idade, e há trinta vive
em Feliz Natal, onde nasceram seus netos, bisnetos e tataranetos. Foi sua filha Ninha uma das primeiras pessoas a ter uma vendinha no vilarejo.

Apesar da coincidência, o nome de seu Natalino não
tem nada a ver com o local onde vive. Na realidade, ele nasceu no dia 21 de dezembro, e a proximidade com a festa cristã foi que inspirou seu batismo.

A cidade só foi fundada em 17 de novembro de 1995. Possui uma área total de 11.448,049 km², e, segundo o censo do IBGE de 2010, 10.933 habitantes. Apesar de pequena, os habitantes garantem que, desde 1978, p
or ali, todo dia é dia de Feliz Natal.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Aurélio Mendanha

Ande lega! Direitos e deveres de quem anda de Bicicleta

No Brasil e não seria diferente no Município de Agua Boa, cada vez mais as bicicletas são usadas como um meio alternativo de transporte. Andar de bicicleta é uma atividade que tem encontrado cada vez mais adeptos na...

 
 
 
 
Sitevip Internet