Notícias / Curiosidades

22/12/18 às 19:06 / Atualizada: 22/12/18 às 19:49

A vida de Michelle Bolsonaro antes e depois de Jair

Desafio Mundial

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
A vida de Michelle Bolsonaro antes e depois de Jair

Foto: Facebook/Reprodução

Os dois se aproximaram na Câmara dos Deputados, em 2007. Naquela época, Michelle de Paula Firmo Reinaldo trabalhava como secretária parlamentar, e Bolsonaro cumpria o seu quinto mandato como deputado federal. Durante uma entrevista, ela disse que logo percebeu que o político era o amor da sua vida:"Tudo começou quando nos vimos pela primeira vez, no gabinete do Jair. Não demorou muito para termos a certeza de que queríamos dividir uma vida a dois".

Noivado veio em seguida


Reprodução/Facebook
 
Com apenas seis meses de namoro, Jair Bolsonaro e Michelle ficaram noivos. O casamento no civil aconteceu 90 dias depois, em novembro de 2007. Michelle é mãe da filha mais nova de Jair Bolsonaro, Laura, que tem sete anos. Atualmente, o casal vive em um condomínio de luxo na orla da Barra da Tijuca, bairro nobre do Rio de Janeiro.

A cerimônia religiosa

Reprodução/Facebook
 
Em março de 2013, alguns anos depois do casamento no civil, o casal fez uma cerimônia religiosa realizada pelo pastor Silas Malafaia, numa mansão de festas que tem vista do Rio de Janeiro até Teresópolis. Diante de 150 amigos e parentes, a noiva surgiu num vestido de renda francesa para dizer "sim" a Jair Bolsonaro. Já o noivo escolheu um terno cinza chumbo.

A diferença de idade
 
CARL DE SOUZA/AFP/Getty Images
 
Com 63 anos, Jair Bolsonaro é quase 25 anos mais velho do que sua esposa Michelle. Mas idade não parece ser um problema para eles. Os dois formam um casal que anda de mãos dadas, sorri para o outro e dá selinhos em público. Como eternos namorados! Apesar de ser muito religiosa, ela não tem problema nenhum em demonstrar afeto publicamente.

A carreira de Michelle

Reprodução/Facebook
 
Michelle trabalhou como funcionária da Câmara entre 2006 e 2008. Durante esse período, ela ocupou o cargo de secretária parlamentar nos gabinetes dos ex-deputados Vanderlei Assis (PP-SP) e Dr. Ubiali (PSB-SP). Depois, ela foi nomeada para uma posição na liderança do PP – sigla do político carioca, na época –, na qual permaneceu permaneceu pouco tempo: entre junho e setembro.

Ao lado de Bolsonaro

Reprodução/Instagram
 
Em 18 de setembro de 2007, Michelle foi nomeada para o gabinete de Bolsonaro, também para exercer a função de secretária parlamentar. Porém, a brasiliense acabou exonerada em novembro de 2008, quando já era casada com o atual candidato. O motivo? O Supremo Tribunal Federal (STF) emitiu em agosto daquele mesmo ano uma súmula proibindo a contratação de parentes de até terceiro grau na administração pública.

A discreta Michelle

Reprodução/Facebook
 
Evangélica, mãe, avessa aos holofotes e dona de um estilo simples. Michelle de Paula Firmo Reinaldo é casada no papel desde 2007 com o presidenciável mais polêmico do momento, Jair Bolsonaro. Blindada pelo marido e também muito discreta, ela é pouco vista publicamente. Mas a seguir vamos traçar o perfil desta mulher que pode ocupar o posto de primeira-dama do Brasil a partir do próximo ano.Você vai se surpreender com algumas informações!

Religião

Reprodução/Facebook
 
Michelle é evangélica e frequentou durante anos a sede da Assembleia de Deus Vitória em Cristo (Advec), igreja fundada pelo pastor Silas Malafaia, que fica na Barra da Tijuca, bairro nobre do Rio de Janeiro. Por isso, ela pediu para que Malafaia celebrasse seu casamento religioso com Bolsonaro, em 21 de março de 2013. O dia foi escolhido por ser o aniversário do parlamentar e a véspera da data de nascimento da noiva. Romântico, não?

Troca de Igreja

Reprodução
 
A partir de 2017, Michelle começou a frequentar a Igreja Batista da Atitude, que também fica localizada no bairro Barra da Tijuca, Rio de Janeiro. O período coincide com o distanciamento entre seu marido, Jair Bolsonaro, e o pastor Silas Malafaia. Pouco antes, o líder religioso havia sido indiciado pela Polícia Federal depois de ser investigado por lavagem de dinheiro no âmbito da Operação Timóteo.

Amigos ou não?

Reprodução
 
Na época das acusações, Malafaia teria procurado o deputado federal em busca de apoio. Bolsonaro, contudo, teria se esquivado. Em retaliação, o pastor divulgou uma série de críticas ao parlamentar em suas redes sociais. Mas as desavenças parecem ter ficado no passado Recentemente, Malafaia declarou apoio a Bolsonaro nas eleições e inclusive visitou o candidato no Hospital Albert Einstein, após o episódio da facada.

Projetos sociais

Reprodução/Facebook
 
Depois que foi exonerada, em 2008, Michelle passou a se dedicar a atividades voluntárias dentro da sua congregação religiosa. Na Assembleia de Deus Vitória em Cristo, ela já era conhecida por organizar eventos sociais e comemorações, além de auxiliar no funcionamento da escola dominical. Com o tempo, ela se aproximou de um outro projeto. Confira a seguir mais informações sobre isso!

Educação de surdos e mudos

Reprodução
 
Na igreja que frequenta atualmente, Michelle se dedica à educação de surdos e mudos. A brasiliense chegou a trabalhar, inclusive, com a tradução simultânea dos cultos para a Língua Brasileira de Sinais (Libras). Recentemente, o presidenciável Jair Bolsonaro publicou um vídeo em seu Instagram no qual sua esposa aparece parabenizando a comunidade surda pelo "Dia Nacional do Surdo": "A Michelle é minha esposa, sempre se dedicou a aprender com os deficientes auditivos membros de sua igreja".

Perfil discreto

Reprodução/Facebook
 
Michelle ocupa um papel tímido na corrida eleitoral. Avessa à mídia, Michelle mantém um perfil discreto ao lado de um dos homens mais polêmicos do Brasil. Ela dificilmente é vista em campanhas eleitorais ou eventos frequentados pelo marido, que geralmente aparece ao lado dos três filhos políticos: o deputado federal Eduardo (PSC-SP), o deputado estadual Flávio (PSC-RJ) e o vereador Carlos (PSC-RJ).

Declaração polêmica do marido

Reprodução
 
A discrição é o traço mais notório da aspirante a primeira-dama. Por isso, ela não costuma aparecer publicamente e sempre evita entrevistas. E esse é um dos motivos de Bolsonaro quase nunca citar o nome da esposa. Um das poucas vezes em que mencionou Michelle foi em 2011. E não deu muito certo! Acusado de racismo após uma entrevista ao programa CQC, ele se defendeu, afirmando ser casado com uma afrodescendente cujo pai atendia pelo apelido de "Paulo Negão". A declaração gerou muito polêmica.

Estilo

Reprodução/Facebook
 
Michelle tem um estilo simples e não parece gostar de roupas chamativas. Ela é frequentemente vista com sapatilhas, jeans e blusinha. Em entrevista à Folha de S. Paulo, o pastor Silas Malafaia comentou sobre a postura discreta da mulher de Bolsonaro: “É uma menina que gosta de servir. Mas não é boba: sabe se expressar e construir relacionamentos. Ela não carrega maquiagem e não é sofisticada, mas nem precisa. Michelle tem uma beleza natural”.

Flamenguista

Reprodução/Facebook
 
Embora não tenha nascido no Rio de Janeiro (ela é do Distrito Federal), Michelle torce pelo Flamengo. Inclusive, ela já publicou nas redes sociais uma foto com a camisa do Rubro-Negro no Maracanã ao lado do marido, Jair Bolsonaro, que é botafoguense no Rio e palmeirense em São Paulo. Como será que fica o clima na casa em dia de clássico?

Ela também gosta de esportes


Reprodução

Segundo foi apurado pelo jornal "Folha de S. Paulo", Michelle frequenta a famosa rede de academia BodyTech no Rio de Janeiro. Lá ela faz musculação e ginástica. Mas ela também gosta de corrida. Certa vez, ela participou de uma corrida de rua em que percorreu seis quilômetros em 48 minutos e 46 segundo, ficando em 999, das 1.649 posições.Que tal?


Seus programas favoritos

Reprodução/Facebook
 
Ainda segundo apurou o jornal “Folha de S. Paulo”, Michelle gosta de ir com as filhas ao shopping durante seu tempo livre. Ela também tem uma filha adolescente fruto de um antigo relacionamento. Lá elas aproveitam para comer sushi e Burger King. Nos domingos, ela costuma ir aos cultos em sua igreja. Às vezes, ela consegue levar o marido junto. Bolsonaro é católico, mas a acompanha.

Outra polêmica de seu marido envolvendo a família


Reprodução
 
Bolsonaro também causou polêmica ao falar sobre sua filha com Michelle. Pai de quatro homens, frutos de relacionamentos anteriores, ele foi pouco delicado ao comentar sobre a experiência de ser pai de uma menina: “Eu tenho cinco filhos. Foram quatro homens. Aí, no quinto eu dei uma fraquejada e veio uma mulher”. Como será que foi a reação de sua atual esposa ao ver o vídeo?
 
Gostou? Agora separamos para você 20 curiosidades sobre o próprio Jair Bolsonaro que você provavelmente não sabia!

Aguarde a próxima edição>>>>

 
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Welyda Cristina de Carvalho

Ampliação da produção já depende de ferrovias

Todo ano, empresários do setor, produtores e governos têm dificuldade de criar condições para transportar grãos Uma nova safra recorde de milho e algodão começou a ser colhida e deve avançar...

 
 
 
 
Sitevip Internet