Notícias / Cidades

19/12/18 às 13:11

Prefeituras do Centro-Oeste incrementam recuperação de dívidas: crescimento de mais de 173% em Aparecida de Goiânia

Aline Diniz

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Prefeituras do Centro-Oeste incrementam recuperação de dívidas: crescimento de mais de 173% em Aparecida de Goiânia

Foto: Divulgação

Todos os municípios do Centro-Oeste do país analisados pelo anuário Multi Cidades – Finanças dos Municípios do Brasil, da Frente Nacional dos Prefeitos (FNP), incrementaram sua recuperação de dívida ativa em 2017. A região tem R$ 14,2 bilhões para receber dos contribuintes, sendo que, no ano passado, recuperou R$ 425 milhões, um valor 38,3% maior do que o de 2016, quando foram ressarcidos R$ 307 milhões.

O maior incremento do Centro-Oeste foi registrado pela prefeitura de Aparecida de Goiânia (GO), que recuperou R$ 4,2 milhões em 2017, um valor 173% maior do que os R$ 1,5 milhão recolhidos em 2016. Ainda em Goiás, saldo positivo em Anápolis, com aumento de 66,6% e R$ 24,7 milhões recuperados no ano passado.

Entre as capitais, destaque para Cuiabá (MT), que recuperou R$ 34,6 milhões em 2017, aumento de 28,8% quando comparado aos R$ 26,8 milhões de 2016. O município ainda precisa receber R$ 1,1 bilhão dos contribuintes. Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul, tem R$ 2,7 bilhões para receber, mas conseguiu recuperar R$ 34,7 milhões no ano passado, um incremento de 24,6% em relação aos R$ 27,8 milhões recuperados em 2016.

De acordo com a publicação, a capital Goiânia (GO) teve acréscimo de R$ 85,6 milhões à sua dívida ativa em 2017 contra os R$ 79,9 milhões em 2016, um aumento de 7,1%. 

Em sua 14ª edição, a publicação utiliza como base números da Secretaria do Tesouro Nacional (STN) e Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apresentando uma análise do comportamento dos principais itens da receita e despesa municipal, tais como ISS, IPTU, ICMS, FPM, despesas com pessoal, investimento, dívida, saúde, educação e outros.

O Multi Cidades – Finanças dos Municípios do Brasil (Ano 14 - 2019) foi viabilizado com o apoio de Alphaville Urbanismo, APP 99, BRB, Comunitas, Guarupass, Hauwei, MRV, prefeitura de Cariacica/ES, prefeitura de Guarulhos/SP, prefeitura de Ribeirão Preto/SP, prefeitura de São Caetano do Sul/SP, Sabesp, Saesa e Sanasa.

Ranking – As 10 maiores receitas da dívida ativa do Centro-Oeste


Fonte: Multi Cidades – Finanças dos Municípios do Brasil, publicação da Frente Nacional de Prefeitos (FNP)

Brasil: municípios têm mais de R$ 420 bi para receberem de contribuintes

Após fechar 2016 com forte recessão e somar apenas R$ 6,79 bilhões de resgate na dívida ativa por conta da crise econômica, os municípios brasileiros experimentaram uma recuperação em 2017, com arrecadação 21,5% maior do que no ano anterior, somando R$ 8,25 bilhões de receita. Ainda assim, as cidades ainda têm mais de R$ 420 bilhões para receber de contribuintes que estão em dívida ativa.

Desse total, um quarto pertence ao município de São Paulo (SP), que fechou 2017 com R$ 104,95 milhões no estoque da dívida ativa. Em seguida vem o Rio de Janeiro (RJ), com R$ 44,78 bilhões, Salvador (BA), com R$ 21,58 bilhões, Recife (PE), com R$ 10,01 bilhões, Campinas (SP), com R$ 8,53 bilhões e Guarujá (SP), com R$ 7,65 bilhões a serem recebidos.

O economista e editor do anuário, Alberto Borges, lembra que, em 2017, os municípios brasileiros arrecadaram, em média, R$ 1,96 para cada R$ 100 inscritos em dívida ativa. O baixo índice de resgate tem motivado as administrações públicas a buscarem alternativas para alcançar os contribuintes em débito com o fisco.

“O principal objetivo é dificultar o acesso ao crédito para o contribuinte em débito com o fisco municipal. Para isso, as administrações estão utilizando meios como inscrição no Serasa e no Sistema de Proteção ao Crédito (SPC Brasil)”, explicou.

Ranking – Os 10 municípios com os maiores estoques da dívida ativa no Brasil:


Fonte: Multi Cidades – Finanças dos Municípios do Brasil, publicação da Frente Nacional de Prefeitos (FNP)

 
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Telma Cenira Couto da Silva

Eclipse lunar total em 20 – 21 de janeiro e Super Lua em 21 de janeiro

No final da noite do dia 20 de janeiro e no começo da madrugada de 21 de janeiro um eclipse lunar total poderá ser observado em todo o Brasil desde que as condições meteorológicas permitam. Um eclipse lunar...

 
 
 
 
Sitevip Internet