Notícias / Agronegócios

17/11/18 às 08:04

Etanol - Sindalcool e UFMT promovem 1ª oficina sobre DDG/DDGS em Mato Grosso

O DDG/DDGS é um produto decorrente da utilização do milho na produção do coproduto de etanol

Dialum Assessoria de Imprensa

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
O Sindicato das Indústrias Sucroalcooleiras de Mato Grosso (Sindalcool/MT), União Nacional do Etanol de Milho (UNEM) e UFMT realizaram a 1ª oficina sobre DDG/DDGS com a participação de docentes e alunos da universidade, bem como das empresas produtoras do produto e representantes de multinacional especializada em componentes destinados à sua otimização.
 
Na oportunidade os professores e alunos de mestrado e doutorado nas áreas de nutrição bovina, suína, caprina e piscicultura, apresentaram o resultado das pesquisas que estão sendo feitas na Fazenda Experimental da UFMT, em Santo Antonio do Leverger, com a utilização de DDG e DDGS na alimentação animal, em relação ao composto aplicado a cada grupo de animais objeto do estudo.
 
O DDG/DDGS é um produto decorrente da utilização do milho na produção do coproduto de etanol e que tem demonstrado ser importante como fonte de proteína na alimentação animal.
 
Cada tonelada de milho pode render até 280 quilos de DDG/DDGS com teor de proteína em torno de 30% e que pode ser adicionado, com larga vantagem alimentícia, à dieta de praticamente todos os tipos de animais, bovinos, suínos, caprinos, peixes, cães e gatos.
 
As grandes produtoras de ração também participaram do evento, que busca estabelecer todos os aspectos técnicos na sua produção e utilização na otimização da utilização do milho, produzido em larga escala no Estado de Mato Grosso.
 
O presidente do Sindalcool, Silvio Rangel, destacou a importância das pesquisas em desenvolvimento na Fazenda Experimental. “Elas podem contribuir para a agregação de valor, tanto ao milho, como matéria prima, quanto a melhoria da alimentação animal e seus impactos nos custos de produção e preço final dos produtos destinados a alimentação humana”, disse.
 

De acordo com Silvio Rangel, a parceria do Sindalcool e UFMT será incrementada de forma a ter resultados cada vez mais técnicos e econômicos, tanto na produção, quanto na utilização do DDG/DDGS. “Além de preço altamente competitivo em relação a outras fontes, em termos de logística, é muito mais vantajoso transportar 280 kg de produto com alto teor de proteína, o DDG/DDGS, que 1 tonelada de milho”, afirmou.    
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Telma Cenira Couto da Silva

Eclipse lunar total em 20 – 21 de janeiro e Super Lua em 21 de janeiro

No final da noite do dia 20 de janeiro e no começo da madrugada de 21 de janeiro um eclipse lunar total poderá ser observado em todo o Brasil desde que as condições meteorológicas permitam. Um eclipse lunar...

 
 
 
 
Sitevip Internet