Notícias / Agronegócios

09/11/18 às 09:01

Sorriso/MT - Nova fábrica de etanol de milho gerará 1 bilhão de litros

A empresa lançou na quarta-feira (07.10) a pedra fundamental da nova indústria

Redação 24 Horas News

Imprimir Enviar para um amigo
Sorriso/MT - Nova fábrica de etanol de milho gerará 1 bilhão de litros

Foto: Divulgação

Os investidores internacionais que inauguraram a primeira fábrica de etanol de milho do Brasil, a FS Bioenergia, apresentaram ao Governo do Estado nesta quinta-feira (08.10) a segunda planta, que será instalada em Sorriso. Com a ampliação, a produção anual de etanol de milho pode chegar a um bilhão de litros no Estado, até 2020.

A empresa lançou na quarta-feira (07.10) a pedra fundamental da nova indústria, que terá capacidade de produção de 530 milhões de litros de etanol de milho. A primeira planta foi instalada em Lucas do Rio Verde, em 2017, e já está em finalização de duplicação da capacidade, segundo o CEO da FS Bioenergia, Rafael Abud.

“Inauguramos a planta de Lucas com capacidade de produção de 265 milhões de litros, mas a unidade está em processo de duplicação e devemos dobrar a capacidade para 530 milhões de litros, a partir de 2019. Sorriso vai adicionar a mesma capacidade, a partir de fevereiro de 2020”, asseverou Abud, destacando que a FS Bioenergia não descarta a expansão para outros municípios de Mato Grosso.

“Mato Grosso produz muito milho. Ano passado foram cerca de 30 milhões de toneladas e grande parte ainda tem que sair do Estado”, pontuou.

O ex-prefeito de Lucas do Rio Verde e sócio da FS Bioenergia, Marino Franz, apontou que nos próximos dez anos, Mato Grosso deve alcançar a produção de 50 milhões de toneladas de milho, que deve ser transformado para agregar valor.

“Se o Estado exportasse apenas o milho, haveria uma receita de R$ 1 bilhão, até 2020. Mas com as duas plantas, quando ambas estiverem em sua capacidade de funcionamento total, transformando esse milho em etanol, teremos R$ 4 bilhões gerando divisas para Mato Grosso e emprego e renda para as futuras gerações”, explicou Franz.

O titular da Sedec, Leopoldo Mendonça, informou que a nova indústria em Sorriso deve gerar em torno de 250 a 300 empregos diretos, além dos indiretos, pois uma empresa de grande porte traz impactos em outros setores, como a pecuária e o setor madeireiro.

“Empresas desse porte, quando instaladas em um município, geram um efeito de multiplicação do investimento, porque outras empresas relacionadas, que fornecem alimento, uniforme, transporte, diversos serviços, vão ser instaladas no entorno para dar suporte. Isso vai gerar mais arrecadação para o Estado e município”, afirmou.

O governador Pedro Taques destacou o trabalho da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec) na promoção de parcerias entre empresas nacionais e internacionais, promovendo o crescimento econômico do Estado e a geração de emprego.

“Mato Grosso já é referência na produção agrícola e agora estamos verticalizando a produção e agregando valor ao produto, que fica muito mais economicamente viável à exportação”, disse.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Aurélio Mendanha

Ande lega! Direitos e deveres de quem anda de Bicicleta

No Brasil e não seria diferente no Município de Agua Boa, cada vez mais as bicicletas são usadas como um meio alternativo de transporte. Andar de bicicleta é uma atividade que tem encontrado cada vez mais adeptos na...

 
 
 
 
Sitevip Internet