Notícias / Internacional

06/11/18 às 19:10 / Atualizada: 06/11/18 às 19:26

Importação - Maggi conhece fabricante de máquinas pesadas na China

O ministro destacou que a área em que a empresa atua terá um novo impulso no Brasil, pois o Governo acaba de tirar o imposto de importação sobre máquinas

Dialum Assessoria de Imprensa

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Importação - Maggi conhece fabricante de máquinas pesadas na China

Foto: Assessoria

Em missão comercial a China, o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, visitou, no último final de semana, a sede da Sany Group, em Changsha, na região de Xangai. A visita faz parte da extensa agenda que o ministro cumpre no país que é o maior parceiro comercial do Brasil. O objetivo é aumentar ainda mais e diversificar as exportações brasileiras com o país asiático. 
 
De janeiro a setembro deste ano, o Brasil vendeu para a China um total de US$ 47,2 bilhões em produtos, principalmente soja, petróleo e minério de ferro. Esse volume comercializado representa 26,3% do total das exportações brasileiras para o exterior. A China tem 1,3 bilhão de consumidores e um amplo um mercado ainda a ser explorado. A Sany é, atualmente, a maior fabricante de máquinas para concreto do mundo, com foco principal na área de máquinas de construção, especificamente bombas de concreto em grande escala, incluindo escavadeiras, guindastes e turbinas eólicas. 
 
Aos representantes da Sany, que é a maior fábrica de máquinas pesadas da China e terceira do mundo, Blairo falou sobre a potencialidade agrícola de Mato Grosso, que hoje produz 60 milhões de toneladas de grãos. Maggi enfocou que, mesmo produzindo muito, o Estado tem preservado suas florestas e habitat natural, em torno de 65% do território mato-grossense está preservado, com agricultura ocupando uma área de 9% e a pecuária aproximadamente 20%. 
 
O ministro destacou também que a área em que a empresa atua terá um novo impulso no Brasil ainda este ano, mas especialmente, a partir de 2019, pois o Governo Brasileiro acaba de tirar o imposto de importação sobre máquinas com valores até dois milhões de dólares. Antes o imposto era de 17% e agora a importação deste tipo de máquina, especialmente retroescavadeiras, será isenta de impostos. 
 
“Outra boa notícia para o setor é que o presidente eleito, Jair Bolsonaro, divulgou que vai facilitar o licenciamento e as regras para o setor da mineração, que exige equipamentos pesados. O Brasil ainda é um país pequeno na área de mineração, mas que tem um potencial muito grande”, apontou o ministro. 
 
Maggi lembrou que com a nova isenção de imposto, este setor deve aquecer ainda mais no Brasil e, principalmente em Mato Grosso, que é o maior produtor de grãos do país. Durante a visita à Sany, Maggi estava acompanhado da vice-presidente da Extra Máquinas, Talissa Briante, representante da marca em Mato Grosso e sul do Pará.
 
Na segunda (05), Blairo Maggi participou da abertura da Feira China International Import Expo e visitará pavilhões e estandes brasileiros.  Essa é uma das poucas feiras do planeta em que o foco é a importação. As empresas estarão na disputa por uma fatia dos US$ 10 trilhões que os chineses estão dispostos a gastar, nos próximos cinco anos, na compra de produtos industriais e agropecuários. Integram a delegação brasileira empresas de economia criativa, setor no qual o Brasil já é reconhecido em especial pelo design, pela criatividade e pela inovação. Também serão destaque os setores de editoração, games, música e futebol. 
 
Maggi também terá encontros os ministros chineses da Administração Geral da Aduana (GACC), Ni Yuefeng, e da Agricultura, Han Changfu, junto com demais ministros do Conselho Agropecuário do Sul (CAS).
 
Na terça, esteve em evento organizado pelo Mapa e pela Apex, o Asia Investor Road Show Agribusiness (Airsa), com a presença de especialistas em biotecnologia, representantes do governo chinês e empresários.
  • Importação - Maggi conhece fabricante de máquinas pesadas na China
  • Importação - Maggi conhece fabricante de máquinas pesadas na China
  • Importação - Maggi conhece fabricante de máquinas pesadas na China
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

João Baptista Herkenhoff

Registro nacional de antecedentes criminais

A Gazeta publicou ampla e belíssima reportagem sobre o assassinato da menina Thayná.  Num trecho da matéria lê-se o seguinte:          "Passagens por...

 
 
 
 
Sitevip Internet