Notícias / Internacional

09/10/18 às 08:43

Portugal vê migração brasileira com bons olhos, diz professor português

Para Gonçalo Saraiva, de fundação lisboeta, brasileiros que chegam ao país europeu são qualificados e interessados em investir em território português

Débora Ramos

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Portugal vê migração brasileira com bons olhos, diz professor português

Foto: Reprodução

O professor e diretor de estudos da Fundação Francisco Manuel dos Santos (FFMS), em Lisboa, Gonçalo Saraiva Matias, acredita que Portugal deve ver a chegada em massa de brasileiros à nação positivamente.
 
Para ele, além de pessoas qualificadas que vêm ao país europeu para recomeçar suas vidas, os migrantes do Brasil também ajudam a desacelerar as taxas de declínio demográfico que começaram em 2009, quando tanto cidadãos portugueses quanto migrantes do Leste Europeu abandonaram Portugal em um contexto de crise econômica.
 
"A única forma de combater esses saldos demográficos negativos é através de migrações. A natalidade é muito importante - e devemos desenvolver políticas nesse sentido -, o problema é que as políticas públicas só têm efeito em uma geração. E nós não temos esse tempo", disse ele em entrevista ao jornal português Público.
 
Gonçalo atribui a chegada de brasileiros a Portugal ao bom momento econômico que o país europeu vive e à paralela crise político-econômica no Brasil.
 
"O que é interessante é que o fluxo hoje não é apenas composto de pessoas com baixa qualificação, mas por um número relevante de pessoas com rendas elevadas e qualificadas que procuram alguma segurança em Portugal. Os brasileiros não querem apenas comprar casas, mas também pretendem fixar aqui seus negócios e suas atividades", observou.
 
Além do crescimento das vendas de passagens para Lisboa (muitas só de ida), outros dados ilustram a expansão dos fluxos de brasileiros para Portugal: de 2016 a 2017, o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras do país europeu concedeu mais de 4 mil autorizações de residência para migrantes do Brasil. De acordo com o órgão, hoje vivem 85,2 mil brasileiros em Portugal - a maior comunidade estrangeira na nação.
 
Esse número, vale dizer, caiu nos últimos anos: em 2014, 87 mil brasileiros viviam em Portugal, de acordo com o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras. De acordo com o Público, o número atual pode ser maior, já que muitos migrantes do Brasil chegam ao território português com passaporte italiano e há outros que, após o vencimento dos vistos de turista, permanecem ilegalmente no país.
 
"É interessante porque não é uma migração tipicamente laboral, como a que existiu anteriormente, mas uma migração de investimento", assinalou Gonçalo.
 
Visão de uma brasileira
Ao contrário do otimismo do professor do FFMS, a jornalista brasileira Luana Freire não vê a chegada massiva de brasileiros a Portugal com tanto louvor: para ela, a maioria dos recém-chegados não busca empregos ou dinheiro, mas tenta se recuperar de traumas vividos no Brasil.
"Vemos a insatisfação completa de quem levou um tiro, não teve escola ou teve tudo, mas depois do golpe ficou sufocado. Gente que chega porque é impossível viver em um país de extremos", afirmou.
 
Ela também acredita que os brasileiros que chegam a Portugal escolhem voltar à "terra-mãe" porque estão desesperançosos com o país. "Há no Brasil um buraco que dividiu o povo, assombrou os sonhos, desfez os planos, cortou o cordão umbilical que nos une à nação."
 
Freire diz que, se o desejo é sair do Brasil, Portugal é, de fato, uma boa escolha: além do mesmo idioma e de costumes aparentemente próximos, os portugueses costumam acolher os brasileiros que chegam ao país. "Somos pai e filho." No entanto, ela pontua que Portugal não é um destino que permite o enriquecimento, mas onde é possível viver tranquilamente.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Juacy da Silva

Envelhecimento e saúde integral

A saúde, não no sentido simplesmente de ausência de doença,  mas sim, como enfatiza a Organização Mundial da Saúde, organismo especializado da ONU para esta área,  como “o mais...

 
 
 
 
Sitevip Internet