Notícias / Meio Ambiente

05/09/18 às 10:14

Nova Xavantina - MPE discutiu os impactos ambientais com populares da região

NX1

Edição: Clodoeste 'Kassu' AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Apesar do Pantanal Mato-grossense, localizado na região de Poconé, ser conhecido mundialmente pela sua importância e exuberância de fauna e flora, o que poucos sabem é que Mato Grosso conta com outra grande planície alagável: o Pantanal do Araguaia, pouquíssimo conhecido e estudado. Em razão da sua relevância e do alto índice de degradação que vem sofrendo, o Ministério Público do Estado de Mato Grosso, por meio da Procuradoria de Justiça Especializada em Defesa Ambiental e Ordem Urbanística, realizou no dia 31 de agosto, em Nova Xavantina, reunião pública de sensibilização e defesa das áreas úmidas do Araguaia.

O evento, realizado na Praia do Sol, às margens do Rio das Mortes, reuniu promotores de Justiça, prefeitos de 10 cidades da região do Araguaia, indígenas, comunidades tradicionais, quilombolas, produtores rurais, acadêmicos e moradores em geral, para discutir o problema que, de uma forma ou de outra, afeta a todos.

Além da heterogeneidade de ambientes, a localização geográfica do Pantanal do Araguaia tem sido apontada como fator de expressiva influência sobre a elevada riqueza de espécies. O ecossistema, conforme o doutor em ecologia Ben Hur Marimon-Junior, se localiza em área de tensão ecológica entre os biomas Cerrado e Floresta Amazônica, resultando em grande mosaico vegetacional, que também influencia diretamente na composição da fauna e flora.

De acordo com o titular da Procuradoria de Justiça Especializada em Defesa Ambiental, procurador de Justiça Luiz Alberto Esteves Scaloppe, a reunião pública busca integrar pensamentos, interesses econômicos e culturais diferentes para discutir um tema de tamanha relevância, que são as áreas úmidas. “É o Ministério Público cumprindo a sua missão diante de um grande coletivo de representatividade e distintas opiniões, para que possamos construir uma perspectiva de defesa, tanto da cidade sustentável, quanto da utilização da água. As reuniões são essa tentativa de alargar a atuação do Ministério Público e melhorar a sociedade”, defende.

Ele destaca que as áreas úmidas são um grande reservatório, um sistema de controle hídrico. “Mas porque nós começamos a agir no Ministério Público? Porque as iniciativas privadas estão começando a degradar este ambiente, tanto aterrando nascentes, quanto drenando terrenos. Isso afeta o equilíbrio hídrico, destrói fauna e flora únicas. Por causa de algumas sacas de soja ou um pasto a mais destrói-se uma riqueza imensa. Temos que despertar consciências, isso é um longo trabalho”, acredita o procurador de Justiça.

O avanço da agricultura na região, principalmente com o plantio da soja, tem impactado fortemente as áreas úmidas do Araguaia, tendo em vista que para plantar este tipo de grão é preciso drenar o solo, causando um imenso desequilíbrio ambiental.

“Infelizmente alguns produtores rurais, claro não são todos, eles estão trocando a pecuária extensiva dos varjões tradicionais pela soja. Para dar certo este tipo de plantio os produtores têm que drenar as áreas úmidas porque a soja não produz em terreno alagadiço, com isso, estão drenando as nossas nascentes, as nossas áreas úmidas, ou seja, o Pantanal do Araguaia e isso é muito preocupante”, destaca a promotora de Justiça Maria Coeli Pessoa de Lima.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Evandro Carlos

Mauro Mendes, seu plano era “iludir”? Que pena, o meu era te fazer feliz!!!

A música Milu, do cantor mineiro Gustavo Lima, é um dos grandes hits da musica nacional da atualidade, nela o interprete conta a historia de alguém que vive iludido, lembrando que quem cai uma vez, cai três, mas que ele...

 
 
 
 
Sitevip Internet