Notícias / Esportes

07/08/18 às 15:18 / Atualizada: 09/08/18 às 11:32

Passada a Copa, o que muda no futebol mundial?

Nova ordem estabelecida pelo título da França e mercado de transferências transformam o futebol para a temporada 2018/2019.

Assessoria

com redação

Imprimir Enviar para um amigo
De quatro em quatro anos os torcedores do mundo todo deixam de lado seus clubes do coração e voltam suas atenções para as seleções de seus países na Copa do Mundo de futebol. O torneio, que sempre reúne os maiores craques do planeta, costuma balizar o que tem acontecido de novo no esporte, além de apontar as tendências para os anos seguintes, até que se inicie o próximo ciclo. Após a Copa do Mundo da Rússia, vencida pela França, torcedores e analistas querem saber como ficará o cenário futebolístico para a temporada 2019.

Os times europeus ainda estão em férias ou já iniciaram a pré temporada mas no Brasil e na América do Sul o futebol já voltou ao seu “normal”, com o Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil, Copa Libertadores e Sulamericana, entre outros. Portanto, enquanto as principais ligas europeias não retornam, resta aos apostadores brasileiros se debruçarem sobre o noticiário esportivo e os cadernos de estatísticas, prepararem suas melhores estratégias e escolherem os melhores jogos a disposição nas apostas esportivas do Bumbet.

O mercado de transferências já está a todo vapor
Além das movimentações em torno dos clubes, há também a expectativa por uma nova ordem entre os principais craques do mundo. O brasileiro Neymar iniciou o ano de 2018 com o desejo de levar o seu clube, o PSG, ao título da Champions League, a Seleção Brasileira ao sexto título da Copa e a si próprio ao status de melhor jogador do mundo. Nada disso deu certo. Eliminado na Champions pelo Real Madrid de Cristiano Ronaldo e na Copa pela seleção da Bélgica, Neymar viu seu companheiro de clube, o jovem Mbapé, ser protagonista na conquista do segundo título mundial francês. Resta agora a Neymar “jogar” todas as suas fichas na temporada 2019. Aliás, ele vai ter que jogar muito mais do que na Copa para voltar a se destacar no futebol mundial.

Cristiano Ronaldo traz de volta as atenções para o Campeonato Italiano
Por falar em Cristiano Ronaldo, é dele a transferência mais bombástica do mercado da bola. Depois de conquistar todos os títulos possíveis no Real Madrid – alguns deles, mais de uma vez, incluindo a Champions – “CR7” resolveu ir em busca de novos desafios e assinou com a Juventus, da Itália. O movimento de carreira exercido por Cristiano Ronaldo promete mexer com o poderio das equipes na Europa. Um sinal disso é que depois da transferência do craque português para a Itália, o país deverá receber mais atenção do que nos últimos anos, inclusive de jogadores. Luka Modrić, o craque da seleção da Croácia, não esconde seu interesse em deixar o Real Madrid mo também com o mercado de apostas esportivas. Se antes de CR7 rumar para a Itália, as ligas favoritas da maioria dos traders eram a inglesa e a espanhola, por conta da liquidez das apostas, agora os olhares dos apostadores se voltarão novamente para o “país da bota”.

Se o Campeonato Italiano ganhou o melhor atleta de futebol do mundo na atualidade, também perdeu alguns jogadores de elite para outros campeonatos. A Roma, destaque na temporada passada por eliminar o Barcelona de Messi nas quartas de final da Champions League, cedeu seu goleiro, o brasileiro Alisson Becker, ao Liverpool. A reposição veio com o goleiro Olsen, da seleção da Suécia e destaque na Copa da Rússia. Já o Chelsea, da Inglaterra, tirou do Napoli o excelente volante ítalo-brasileiro, Jorginho, juntamente com seu treinador, o italiano Maurizio Sarri. Para o seu lugar o Napoli trouxe o consagrado e multicampeão Carlo Ancelotti.

França é o novo país do futebol?
Tida como uma das principais favoritas ao título da Copa da Rússia, a temida seleção da Alemanha, então campeã do mundo, decepcionou e não passou da primeira fase. Suécia e México se classificaram, deixando uma pulga atrás da orelha dos analistas e apostadores da bola – quem dominará o futebol pelos próximos quatro anos?

A consistente conquista da seleção da França, composta por craques em quase todas as posições, não deixou dúvidas – a capital do turismo no planeta é também a nova capital do futebol mundial. Estrelas como o goleiro Lloris, os zagueiros Varane e Umtiti, o meio campo Pogba, além dos atacantes Mbapé e Griezmann, saíram do torneio da FIFA muito mais valorizados do que quando entraram. Deles todos, o único que tem destino incerto para a temporada 2019 é Griezmann, que joga no Atlético de Madrid, mas está sendo cobiçado pelos maiores clubes europes, incluindo o arqui-rival Real Madrid.

Especulações por toda parte
Enquanto o atacante francês não define o seu destino, as especulações em torno do seu futuro e de diversos outros craq     ues seguem a mil, no Brasil e no mundo. Depois de perder Cristiano Ronaldo para a Juventus e flertar com Neymar, a dúvida que permanece no ar é – quem será o próximo astro midiático do Real Madrid? Há quem ache que o uruguaio Cavani, companheiro de Neymar no PSG, será a nova aposta do clube merengue. Robert Lewandowski, do Bayern de Munique, corre por fora como opção para o ataque madridista. Enquanto isso, o rival Barcelona se reforçou acertando a contratação do volante Arthur, revelação e destaque do Gremio e também Vidal, meio campo ex-Bayern de Munique. Além dele, o time catalão ainda mira em Willian, meio-campista brasileiro do Chelsea, e Rabiot, volante francês do Paris Saint-Germain.

Por aqui as coisas mudaram pouco até o momento, mas quando a janela de transferências para a temporada 2019 se abrir na Europa, tudo pode mudar. O Palmeiras fala no zagueiro Miranda, que também se destacou na Copa e que atuou pela Inter de Milão (ITA) na temporada passada. Já o Santos apresentou, recentemente, o meio-campista Carlos Sánchez, que defendeu a seleção uruguaia na Copa do Mundo da Rússia e estava no Monterrey, do México.  Entre os times cariocas, o Fluminense acertou a contratação de Bryan Cabezas, atacante equatoriano que veio do Atalanta, da Itália, enquanto o Flamengo trouxe o atacante Vitinho que estava jogando no CSKA, da Rússia. Além disso, times como São Paulo, Vasco da Gama e Cruzeiro sonham com nomes como Hernanes, Jonas e Ricardo Goulart.

Já as perdas foram maiores para o futebol brasileiro. Jogadores de destaque como Keno, Rodriguinho, Otero, Arthur e Vinícius Júnior, foram vendidos para os mercados árabe e europeu por valores irrecusáveis.

Enquanto as principais ligas europeias não retornam, resta aos apostadores brasileiros se debruçarem sobre o noticiário esportivo e os cadernos de estatísticas, prepararem suas melhores estratégias e escolherem os melhores jogos do campeonato brasileiro a disposição nas apostas esportivas do Bumbet.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Telma Cenira Couto da Silva

Considerações sobre o eclipse solar parcial de 2 de julho

Só por curiosidade, estou enviando a figura que fornece/forneceu  a informação COMPLETA sobre o eclipse solar de 2 de julho último. Acima, à esquerda há um marcador com o sinal + que aumenta o mapa...

 

Enquete

Você é a favor ou contra a greve dos professores de MT

 
 
 
Sitevip Internet