Notícias / Esportes

07/08/18 às 15:17 / Atualizada: 07/08/18 às 15:21

Domínio paulista desafia clubes na Série A 2018

Assessoria

com redação

Imprimir Enviar para um amigo
Como era o mundo em 2014? Você se lembra? O Brasil tomou o 7 a 1 da Alemanha em pleno Mineirão na semifinal da Copa do Mundo, Dilma Rousseff era reeleita presidente do Brasil, Guardiões da Galáxia estreava nos cinemas e o WhatsApp ganhava mais intensidade nos aparelhos dos brasileiros. É, se passaram quatro anos.

Naquele ano, o Cruzeiro foi campeão brasileiro. Este foi o último título nacional de um clube fora de São Paulo. A partir de então, o futebol paulista domina a era de pontos corridos do Campeonato Brasileiro. Desde que foi implantado o sistema, em 2003, os times do maior estado do Brasil já venceram nove vezes, incluindo as três últimas edições: 2015 e 2017, Corinthians e 2016, Palmeiras.
E por falar no Timão, o time do Parque São Jorge é o maior vencedor com quatro títulos conquistados. Domínio que vem incomodando os demais clubes do Brasil. O futebol carioca, por exemplo, não conquista um Brasileirão desde 2012, quando o Fluminense se sagrou campeão.

Mas afinal, por que o futebol paulista domina a Série A do Brasileiro?
São Paulo é o centro empresarial do país. E no estado que estão as principais empresas do Brasil.  O investimento pesado acontece lá, incluindo no futebol. Os melhores jogadores também buscam os clubes paulistas para jogar.

O dinheiro movimenta muito o futebol e empresas investem no esporte para gerar lucros. Isso também fortalece o campeonato estadual, um dos maiores do país. Todo jogador quer atuar no Campeonato Paulista. Com dinheiro, é possível também importar craques de outros estados e países, o que fortalece ainda mais os clubes paulistas.

Outro dado interessante é que três dos atletas em atividade no país convocados pelo técnico Tite na última Copa do Mundo, dois atuam no futebol paulista, pelo Corinthians (Cássio e Fágner).

O futebol paulista também tem um dos clubes mais ricos do Brasil, o Palmeiras. O clube faturou R$ 531 milhões no ano passado, o segundo maior faturamento do país, abaixo apenas do Flamengo. A relação dívida-receita hoje faz com que o Palmeiras possa ser considerado o clube mais rico do Brasil com apenas 92 milhões financiados.

Flamengo, o resistente
O Flamengo parece que está disposto a quebrar a hegemonia do futebol paulista no Campeonato Brasileiro. O Rubro-Negro lidera a competição desde a parada da Copa do Mundo e parece estar disposto a brigar de frente com os adversários na luta pelo título.

O time do Rio de Janeiro vem para conquistar o título que não acontece desde 2009. Para isso, manteve a base do ano passado com Diego, Guerrero e Lucas Paquetá e trouxe peças importantes como o de Fernando Uribe. Além disso, o Rubro-negro ainda efetivou Maurício Barbieri como novo treinador. E você? Acha que o Mengão resiste? Faça suas apostas e não deixe de aproveitar o bônus Bumbet.

Na cola do Flamengo está o São Paulo. Para manter a hegemonia paulista e buscar seu quarto título neste período de pontos corridos, o São Paulo se reestruturou para buscar o título brasileiro. Depois do fracasso na temporada passada, o clube do Morumbi apostou no trabalho de Aguirre para voltar a figurar entre os melhores do país. Peças importantes também foram contratadas como o meia Nenê e o atacante Diego Souza. O trabalho vem dando certo. O Tricolor está entre os dez melhores da competição desde o início e é um dos favoritos ao título.

Os últimos campeões também estão na briga direta pelo título. Palmeiras e Corinthians perderam vários jogadores durante a parada da Copa do Mundo, mas parece que não sentiram a ausência dentro de campo. Os times estão entre os 10 melhores da competição e apresentam um grupo forte para a sequência da competição.

No Corinthians, o destaque fica por conta do técnico Osmar Loss, que depois de muita pressão por resultados, conseguiu implantar seu estilo de jogo na equipe e os resultados vem aparecendo. Um dos jogos de destaque foi a goleada de 4 a 1 sobre o Vasco em pleno São Januário, em partida ainda válida pelo turno. O destaque do jogo foi o paraguaio Romero, com três gols. Falando no atacante, o jogador começou a se destacar após a saída de Rodriguinho para o Pyramids, do Egito.

No Palestra Itália, o objetivo é acreditar no trabalho de um velho conhecido. Depois de resultados inesperados, o Verdão resolveu trocar de treinador e apostará em Luiz Felipe Scolari para voltar a vencer um Brasileirão. Esta é a terceira passagem de Felipão no Alviverde. No clube, o treinador conquistou a Copa do Brasil de 1998 e 2012 e a Copa Libertadores de 1999. O time também possui excelentes talentos individuais como os dos atacantes Willian Bigode, Borja e Dudu e do zagueiro Edu Dracena.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Virginia Mendes

O amor de mãe

Antes mesmo que eu recebesse a benção de ser mãe de três filhos eu ouvia outras mães e até mesmo a minha mãe me falando que o amor de mãe é algo sem medidas. Hoje posso afirmar e garantir...

 
 
 
 
Sitevip Internet