Notícias / Meio Ambiente

21/07/18 às 08:02

Diretor da Escola do Ministério Público participa de reunião pública em defesa das áreas úmidas em Cáceres

Assessoria de Imprensa FESMP

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Diretor da Escola do Ministério Público participa de reunião pública em defesa das áreas úmidas em Cáceres

Foto: Assessoria

O diretor da Escola Superior do Ministério Público (FESMP/MT), Joelson de Campos Maciel, participa nesta sexta e sábado (20 e 21 de julho) da reunião pública de defesa das áreas úmidas do Rio Paraguai, na sede da Unemat em Cáceres.

“Como a Fundação Escola tem adotado uma postura de sustentabilidade como a neutralização de carbono das emissões de gás carbônico, que contribui para o aquecimento global, uso de energia solar e compra de serviços ambientais, buscamos contribuir para sensibilizar a sociedade e autoridades para a importância da conservação das áreas úmidas do Rio Paraguai”, ressaltou.

Importância das áreas úmidas

Mato Grosso possui três grandes áreas úmidas: Pantanal da Bacia do Paraguai, Vale do Guaporé e Pantanal do Araguaia. São pântanos, veredas, varjões, mangues, várzeas ou nascentes. A preservação destas zonas é fundamental para o equilíbrio ambiental, a economia e a população e influencia diretamente no clima, na umidade relativa do ar, no abastecimento de água nas cidades e na precipitação de chuvas.

O Pantanal foi declarado Patrimônio Nacional pela Constituição Federal de 1988, Reserva da Biosfera Mundial e Patrimônio Natural da Humanidade pela Unesco e foi declarado “sítio do patrimônio mundial” e áreas úmidas de importância global no âmbito da Convenção Ramsar de Zonas Úmidas.

A flora pantaneira possui aproximadamente 2.000 plantas identificadas e há 582 espécies de aves catalogadas, incluindo algumas ameaçadas de extinção em nível nacional como a arara-azul-grande, jacu-de-barriga-castanha e a águia pescadora. O Brasil é um dos signatários da convenção Ramsar, assinada por 168 países desde 1971 e que se destina à proteção de Áreas Úmidas em todo o mundo.

Programação

Foram convidados para reunião em Cáceres representantes do Ministério Público Estadual e Federal, da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema), da sociedade civil e do executivo municipal e estadual.

Neste sábado (21) está programada uma capacitação sobre as técnicas de valoração do dano ambiental em áreas úmidas para promotores de Justiça e assessorias identificarem danos ambientais em áreas úmidas e estabelecerem valores de compensação pelos serviços ecológicos perdidos.

Outras duas reuniões públicas serão realizadas em Nova Xavantina (31 de agosto) e em Vila Bela da Santíssima Trindade com data a ser definida.

(Com informações do Ministério Público de MT e do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade – ICMBio)
  • Diretor da Escola do Ministério Público participa de reunião pública em defesa das áreas úmidas em Cáceres
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Evandro Carlos

Mauro Mendes, seu plano era “iludir”? Que pena, o meu era te fazer feliz!!!

A música Milu, do cantor mineiro Gustavo Lima, é um dos grandes hits da musica nacional da atualidade, nela o interprete conta a historia de alguém que vive iludido, lembrando que quem cai uma vez, cai três, mas que ele...

 
 
 
 
Sitevip Internet