Notícias / Entretenimento

21/06/18 às 14:44

Cresce número de apps para crianças em tablets e smartphones; analistas divergem sobre uso

Enquanto aplicativos ajudam a se comunicar, crianças gastam mais tempo em frente aos dispositivos do que manuseando livros, diz pesquisa nos EUA

Débora Ramos

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Cresce número de apps para crianças em tablets e smartphones; analistas divergem sobre uso

Foto: Divulgação

Quão cedo é para usar um smartphone? Em um crescente número de famílias ao redor do mundo, bebês e crianças estão se distanciando enquanto eles pulam as primeiras etapas de suas vidas.
 
A adoção do hábito de smartphones e tablets está se espalhando por meio de uma explosão sem precedentes de jogos, vídeos e programas educacionais produzidos para mentes muito jovens, aumentando a quantidade de tempo que essas crianças estão gastando em frente de dispositivos eletrônicos.
 
Analistas estimam que dezenas de milhares de aplicativos para crianças são oferecidos hoje em dispositivos da Apple e do Google Android como o conhecido Baby Play Face. Há preocupações de alguns educadores e especialistas no desenvolvimento de crianças que acreditam que os apps podem ser prejudiciais, mas outros consideram que o fenômeno é positivo.
 
Os mais pessimistas alertam que as crianças já gastam tempo demais em frente a TVs, computadores e outros dispositivos. Para crianças com menos de 2 anos, todas essas telas têm um efeito negativo no desenvolvimento, como mostra também um relatório publicado recentemente pela American Academy of Pediatrics.
 
Alguns pais afirmam que usam o tablet infantil ou os aplicativos de smartphones para prevenir que as crianças atrapalhem os ambientes em restaurantes ou em voos longos. Segundo dados da consultoria estadunidense Commom Sense Media, um em cada cinco casais com filhos usam esses dispositivos nos EUA para distrair suas crianças enquanto fazem outras coisas.
 
Os mais otimistas, no entanto, acreditam que os aparelhos podem ajudar as crianças a se comunicar melhor - seja por meio da leitura ou da escrita. O uso da tecnologia de um jeito certo pode empoderá-las a dizer coisas que não são possíveis de expressar apenas com a linguagem que está sendo aprendida.
 
Tecnologias como vídeo-chamadas em um tablet ou smartphone podem facilitar habilidades em interações sociais ou comunicações, assim como permitir às crianças mostrar aos adultos as coisas que elas querem conversar ou descrever facetas da vida cotidiana às famílias e aos amigos. Fazendo isso, elas também aprendem a explicar coisas de um jeito compreensível e a dialogar melhor.
 
Cada categoria de aprendizado está coberta pelos aplicativos vendidos pela Apple ou pelo Google. São apps para traçar letras usando os dedos, para decodificar figuras, para fazer contas matemáticas básicas ou até para aprender uma nova língua, como o Humpty Dumpty, que mostra as diferentes palavras existentes para um mesmo objeto.
 
Não há um estudo definitivo que mostra se os apps e tablets são prejudiciais ou benéficos para as crianças. Enquanto advogados e reguladores procuram fortalecer leis que protegem a privacidade das crianças na Internet, poucos examinam o rápido crescimento do conteúdo mobile em frente aos seus olhos. O debate, no entanto, é enorme.
 
Mais de um quarto dos pais estadunidenses baixaram um app para suas crianças no ano passado, segundo a Commom Sense Media. Pequenos com 8 anos ou menos gastam cerca de duas horas e meia por dia em frente a uma TV, um computador ou um smartphone e cerca de meia hora manuseando livros, de acordo com os dados da consultoria.
 
 
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Telma Cenira Couto da Silva

Considerações sobre o eclipse solar parcial de 2 de julho

Só por curiosidade, estou enviando a figura que fornece/forneceu  a informação COMPLETA sobre o eclipse solar de 2 de julho último. Acima, à esquerda há um marcador com o sinal + que aumenta o mapa...

 

Enquete

Você é a favor ou contra a greve dos professores de MT

 
 
 
Sitevip Internet