Notícias / Meio Ambiente

19/06/18 às 21:01

Canarana - Sema apreende 91 kg de pescado irregular no rio Culuene

Assessoria

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Canarana - Sema apreende 91 kg de pescado irregular no rio Culuene

A ação ocorreu entre os dias 14 e 15 de junho

Foto: Assessoria

Fiscais da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) fizeram a apreensão de 91 kg de pescado irregular, apetrechos de pesca proibidos e duas armas de fogo em dois municípios do Estado. A operação foi realizada em parceria com o Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMPA) e a Delegacia Especializada do Meio Ambiente (Dema).
 
A primeira captura foi realizada na quinta-feira (14.06), durante patrulhamento nas águas do Rio Manso, onde os fiscais flagraram um pescador com 60 exemplares de peixes das espécies: piraputanga, curimbatás e jaús, que estavam abaixo da medida permitida, e que foram soltos novamente na água. Além disso, a equipe fez a retirada de 70 cevas fixas e confiscou uma arma calibre 20, três tarrafões e uma rede de pesca. O infrator foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Chapada dos Guimarães.

Já a segunda apreensão ocorreu nessa sexta-feira (15.06), no Rio Culuene, em Canarana (a 838 km de Cuiabá), no qual foram apreendidos 91 Kg de pescado das seguintes espécies: cachara, corvina, matrinchã, pacu prata e cachorra. Também foi confiscada uma arma calibre 38, uma rede, uma tarrafa e um freezer. Duas pessoas foram conduzidas à delegacia de Polícia Civil de Canarana.

Conforme o coordenador de Fiscalização de Fauna da Sema, Júlio Reiners, a irregularidade nas duas apreensões se deu por conta do uso de materiais ilegais, pela falta de medida dos peixes, e por pesca acima da cota permitida. “Não é permitido a captura de pescado abaixo do tamanho permitido por lei. O uso de redes, tarrafas e cevas fixas, também são práticas ilegais”, informa.

As duas apreensões resultaram em multa de aproximadamente R$ 11.580,00. Os infratores devem responder por crime ambiental e porte ilegal de arma de fogo.

Regras da pesca

Embora esteja fora do período de defeso da piracema estadual, os pescadores profissionais e amadores precisam seguir algumas regras determinadas pela Lei Estadual nº 9.096/2009. Ela estabelece a proibição para uso de apetrechos de pesca como: tarrafa, rede, espinhel, cercado, covo, pari, fisga, gancho, garateia pelo processo de lambada, substâncias explosivas ou tóxicas, equipamento sonoro, elétrico ou luminoso.

As medidas mínimas dos peixes constam na carteira de pesca do Estado e algumas delas são: piraputanga (30 cm), curimbatá e piavuçu (38 cm), pacu (45 cm), barbado (60 cm), cachara (80 cm), pintado (85 cm) e jaú (95 cm).

Denúncias
O cidadão pode denunciar a pesca depredatória e outros crimes ambientais à Ouvidoria Setorial da Sema: 0800-65-3838/ou via WhatsApp no (65) 99281-4144. Outros telefones para informações e denúncias: (65) 3613-7394 (Setor Pesca), nas unidades regionais da Sema ou aplicativo MT Cidadão.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Evandro Carlos

Mauro Mendes, seu plano era “iludir”? Que pena, o meu era te fazer feliz!!!

A música Milu, do cantor mineiro Gustavo Lima, é um dos grandes hits da musica nacional da atualidade, nela o interprete conta a historia de alguém que vive iludido, lembrando que quem cai uma vez, cai três, mas que ele...

 
 
 
 
Sitevip Internet