Notícias / Religião

24/05/18 às 11:38 / Atualizada: 24/05/18 às 16:34

Ribeirão Cascalheira - TRE-MT nega recurso de prefeito e vice cassados e presidente da Câmara de Vereadores deve assumir prefeitura; vice-prefeito comenta a reportagem

Reynaldo Fonseca Diniz (PR), e do vice dele foram cassados por oferecerem exames gratuitos à população na campanha de 2016. Presidente da Câmara, Luzia Brandão (SD), vai assumir o cargo até a realização de eleição suplementar.

G1 MT

Edição: Clodoeste 'Kassu' AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Ribeirão Cascalheira - TRE-MT nega recurso de prefeito e vice cassados e presidente da Câmara de Vereadores deve assumir prefeitura; vice-prefeito comenta a reportagem

Prefeito de Ribeirão Cascalheira, Reynaldo Fonseca Diniz (PR), é acusado de captação ilicíta de votos e abuso de poder

Foto: Facebook

O Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT) negou na terça-feira (22) o recurso do prefeito de Ribeirão Cascalheira, a 893 km de Cuiabá, Reynaldo Fonseca Diniz (PR), e do vice dele, Gleison Oliveira, também do PR, para suspender a decisão da primeira instância que cassou os mandatos deles por oferecerem exames gratuitos à população durante a campanha à reeleição, em 2016.
 
O G1 tentou contato com o prefeito, mas ele não atendeu as ligações.
 
Com isso, a presidente da Câmara de Vereadores do município, Luzia Nunes Brandão (SD), deve assumir o cargo, até a Justiça Eleitoral realizar uma eleição suplementar para a escolha de novo prefeito.
 
Reynaldo e Gleyson tiveram os mandatos cassados no dia 19 de dezembro de 2017, mas puderam recorrer da decisão nos cargos.
 
Agora, após a publicação da decisão do Pleno do TRE, que deve acontecer nos próximos dias, a Câmara de Vereadores deve receber um ofício sobre a posse da vereadora como prefeita temporária.
Luzia afirmou que, no lugar dela, na Presidência do Legislativo municipal, Thiago Montel (PDT), que é vice-presidente, vai assumir o cargo.
 
A Justiça entendeu que o prefeito cometeu abuso de poder político e econômico nas eleições de 2016, ao utilizar os serviços do secretário municipal de Saúde, Jair Barros, para realizar 460 exames oftalmológicos gratuitos na população durante o período eleitoral, quando era candidato à reeleição.
Diniz, o vice-prefeito e o secretário de Saúde de Ribeirão Cascalheira, Jair Barros, também foram multados em R$ 10 mil e foram declarados inelegíveis por oito anos.

O outro lado: vice-prefeito Gleison Oliveira da Silva
comenta a reportagem:

"Reportagem com informações equivocadas, quanto a instância, tivemos o parecer favorável em RC, fomos caçados em Cuiabá pelo pleno, mas até o momento não fomos notificados quanto ao afastamento, lembrando que assim que formos afastados entraremos com o pedido de liminar em Brasília, e podemos sim retornarmos ao executivo com liminar, ou seja enquanto não formos julgados em Brasília acredito que o tre não convocará novas eleições".
Imprimir Enviar para um amigo

comentar2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • por Gleison oliveira da silva vice prefeito, em 24/05/18 às 13:42

    Reportagem com informações equivocadas, quanto a instância , tivemos o parecer favorável em RC, fomos caçados em Cuiabá pelo pleno, mas até o momento não fomos notificados quanto ao afastamento, lembrando que assim que formos afastados entraremos com o pedido de liminar em Brasília, e podemos sim retornarmos ao executivo com liminar, ou seja enquanto não formos julgados em Brasília acredito que o tre não convocará novas eleições

  • por Fabiano Correia Reis, em 24/05/18 às 12:32

    Olha eu não sei aonde vai parar essa Política suja de Ribeirão Cascalheira MT. Pois isso aqui tá uma vergonha ..a cidade não têm merda nenhuma de atendimento Hospitalar bom .tudo q agente procura aqui não acha é se acha é um absurdo o preço..nao têm ruas com estrutura adequada .pois quando é inverno muintas fica intransitáveis. É uma bosta de cidade sem políticos honestos. Estamos precisando de alguém de fora para organizar nosso município. Aqui não têm ninguém capaz ...trecho editado... É uma panelinha .

 
 

veja maisArtigos

Nilton Moreira

Estrada Iluminada - Pessoas que estavam lá!

Alguns têm certeza. Outros não acreditam. A maioria suspeita de que possa existir, e outros tantos preferem não se questionar. Estou falando de vidas...

 
 
 
 
Sitevip Internet