Notícias / Negócios

17/05/18 às 15:42 / Atualizada: 17/05/18 às 16:02

'Meu foco é esse: compro, vendo e alugo', diz empresário do DF que comprou triplex atribuído a Lula

Fernando Gontijo mora em Brasília, é advogado e há 38 anos trabalha como investidor imobiliário 'dentro e fora da capital'.

G1 DF

Edição: Clodoeste 'Kassu' AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
'Meu foco é esse: compro, vendo e alugo', diz empresário do DF que comprou triplex atribuído a Lula

Fernando Costa Gontijo, empresário de Brasília do ramo imobiliário, que comprou em leilão o triplex do Guarujá atribuído ao ex-presidente Lula

Foto: Fernando Costa Gontijo/Arquivo pessoal

O empresário Fernando Costa Gontijo, que comprou o triplex na praia do Guarujá (SP) atribuído ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ainda não recebeu o documento para efetivar a aquisição de imóvel de R$ 2,2 milhões. O prazo para isso vai até sexta-feira (18), mas Gontijo disse a reportagem que fez um bom negócio.
 
"Meu foco é esse: compro, vendo e alugo."
 
Gontijo mora em Brasília e afirma não ter nenhuma ligação com política ou com políticos. Ele é advogado, mas diz que não exerce a profissão. Há 38 anos, trabalha como investidor do mercado imobiliário – "dentro e fora de Brasília", fez questão de frisar.
 
Além do depósito judicial de R$ 2,2 milhões, o empresário terá de pagar a comissão do leiloeiro, que é de 5% sobre o valor do imóvel, ou seja, R$ 110 mil. "Ele [o triplex] foi vendido pelo preço de avaliação. Eu entendi que o preço estava dentro do mercado", afirmou Gontijo.
 
"Quando liberarem os gravames judiciais, após a arrematação, eu penso que ele terá uma liquidez maior."
 
A aposta do investidor se baseia, além da localização do imóvel, na popularidade que ele adquiriu e no número de visualizações que o imóvel, atribuído ao ex-presidente Lula, teve no site do leiloeiro: mais de 60 mil.
 
"É um símbolo, é um imóvel que todo mundo no Brasil conhece."
 
Condomínio Solaris, em Guarujá, SP, onde localiza-se triplex atribuído a Lula (Foto: João Amaro/G1)
Condomínio Solaris, em Guarujá, SP, onde localiza-se triplex atribuído a Lula (Foto: João Amaro/G1)
 
Lula e o triplex
 
O juiz Sérgio Moro ordenou a venda do triplex em leilão público em janeiro deste ano. No despacho, ele afirmou que o imóvel foi "inadvertidamente penhorado, pois o que é produto de crime está sujeito a sequestro e confisco e não à penhora por credor cível ou a concurso de credores".
 
O ex-presidente Lula foi condenado em duas instâncias no processo que envolve o imóvel. Em primeira, a pena fixada foi de 9 anos e 6 meses de prisão pelos crimes de corrupção passiva e de lavagem de dinheiro. Na segunda instância foram 12 anos e 1 mês de prisão, com início em regime fechado.
 
O político foi acusado pelo MPF de receber propina da empreiteira OAS. A suposta vantagem, no valor de R$ 2,2 milhões, teria saído de uma conta de propina destinada ao PT em troca do favorecimento da empresa em contratos na Petrobras.
 
Lula nega as acusações e afirma ser inocente. O ex-presidente cumpre pena, desde 7 de abril, em uma sala especial na Superintendência da Polícia Federal (PF), em Curitiba.
Leia mais notícias sobre a região no G1 DF.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Fernando Rizzolo

Vinho chileno com sabor de rebeldia

Já fui melhor nisso. Uns dez anos atrás, eu era um apreciador de vinhos. Na época, isso era uma espécie de moda, e, de todos os vinhos, o que eu menos apreciava era o chileno. Talvez em razão do meu paladar mais...

 

Enquete

Se a eleição para presidente tivesse Jair Bolsonaro e Sérgio Moro como candidatos, em quem você votaria?

 
 
 
Sitevip Internet