Notícias / Notícias Gerais

02/05/18 às 21:12 / Atualizada: 03/05/18 às 07:38

Nova Xavantina - Policial civil morre aos 42 anos vítima de insuficiência renal crônica

NX1

Edição: Clodoeste 'Kassu' AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Nova Xavantina - Policial civil morre aos 42 anos vítima de insuficiência renal crônica

Foto: Facebook/Reprodução

Morreu na noite desta quarta-feira, 02/05 o policial civil xavantinense Wiltton Kisney, 42 anos.  Kysney era solteiro, tinha 02 filhos.

Wiltton Kysney Oliveira Marques estava sofrendo de insuficiência renal crônica e, de acordo com familiares, se recusava a tratar a doença.

Ainda de acordo com a família, Wiltton passou muito mal na cidade de Querência, onde estava trabalhando e teve que ir as pressas para Barra do Garças, tentar uma transferência para Cuiabá; no entanto, ao chegar na Barra, seu estado piorou, e o mesmo foi levado a UTI, onde, em consequência da insuficiência Renal crônica, sofreu um ataque cardíaco fulminante; onde não resistiu e veio a óbito.

Wiltton será translado para Nova Xavantina onde chegará por volta de 1h da madrugada onde será velado na Casa Mortuária e o corpo será sepultado nesta quinta-feira 03, em Nova Xavantina.

NOTA DE FALECIMENTO - Investigador Wiltton Kysney
 
A  Polícia Judiciária Civil comunica o falecimento do investigador, Wiltton Kysney de Oliveira Marques, 42 anos, no começo da noite desta quarta-feira (02.05), na cidade de Barra do Garças, ele era lotado na Delegacia da Polícia Civil de Querência.

Natural do município de Nova Xavantina  e filho de um dos moradores pioneiro daquela cidade, o policial civil sofria de insuficiência renal crônica. Ele passou mal e chegou a ser levado em estado de  urgência para Barra do Garças, local onde sofreu um ataque cardíaco e morreu.

O corpo do investigador será transladado para Nova Xavantina e velado na Casa Mortuária. O sepultamento ocorrerá nesta quinta-feira, 3 de maio, no cemitério de sua cidade natal.

O investigador ingressou na Polícia Civil em 18 de março de 2002, e desde então trabalhou em várias delegacias da região do Vale do Araguaia, como as cidades de Nova Xavantina, Água Boa, Cocalinho e por último, Querência.

Pai de dois filhos, o policial era solteiro e deixa muito amigos na Polícia Civil.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Telma Cenira Couto da Silva

As mulheres da minha vida

Thomires era o nome da minha avó paterna.  Descendente de franceses, tinha a pele muito alva e os olhos azuis claros, que lembravam o mar. O louro esbranquiçado do seu cabelo remetia-me aos das minhas bonecas. Adorava admirar o...

 
 
 
 
Sitevip Internet