Notícias / Agronegócios

13/04/18 às 19:21

InterCorte bate novo recorde de público e reúne pecuaristas de todas as regiões produtoras de Mato Grosso

Assessoria

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
InterCorte bate novo recorde de público e reúne pecuaristas de todas as regiões produtoras de Mato Grosso

Foto: Assessoria

Mais de 1.600 mil produtores de todas as regiões do Estado participaram da abertura da InterCorte em Cuiabá, nesta quinta-feira (12), um novo recorde de público apenas no primeiro dia. O presidente da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), Marco Tulio Duarte Soares, deu início à programação ao lado de autoridades ligadas ao setor agropecuário, do diretor executivo do Terraviva, Eduardo Ramos, e do governador Pedro Taques (PSDB). A principal feira itinerante da pecuária de corte abriu o circuito 2018 na capital mato-grossense e segue até sexta-feira (13) com intensa programação técnica e exposição de empresas e produtos voltados para a pecuária de corte.

Durante os dois dias de evento pecuaristas e profissionais ligados à produção de carne bovina conferem mais de 18 horas de conteúdo técnico com 32 palestrantes e debatedores. Com quatro temáticas principais, Produzir Mais, Inovação, Vender mais e Vender melhor e Comunicação, a InterCorte apresenta as ferramentas disponíveis para melhorar os índices produtivos e garantir resultados superiores na atividade.

Para o presidente da Acrimat, Marco Tulio Duarte Soares, o grande número de pecuaristas reunidos comprova o interesse em adquirir conhecimento para melhoria contínua da produção. “A busca pela excelência é uma realidade na pecuária de corte, como vemos em eventos como esse. Aproximar produtores, empresas e profissionais é uma oportunidade para a troca de experiências, aperfeiçoamento dos sistemas adotados e implantação de tecnologia. E os resultados desta dedicação já são uma realidade com o aumento de produtividade, eficiência e qualidade da nossa carne”, afirma Marco Tulio.

O diretor-executivo do Terraviva, empresa responsável pela realização do evento, Eduardo Ramos, destacou a importância de Cuiabá dentro do circuito nacional da InterCorte e como centro de integração de conhecimento do agronegócio. “A InterCorte em Mato Grosso é sempre um sucesso com grande volume de público especializado. É uma satisfação abrir o circuito aqui”.

Durante o discurso de abertura, o governador Pedro Taques destacou o pioneirismo de Mato Grosso em lançar o Instituto Mato-Grossense da Carne (Imac), a exemplo do que acontece em alguns países, para certificar a produção do estado. “O Imac tem entre seus conceitos permitir a auto-regulamentação do setor. Acredito que quem tem que regular o mercado é próprio setor, não o governo, e assim buscar mais mercados”.

Também participaram da abertura da InterCorte 2018 o presidente do Sistema Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato), Normando Corral, o secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado, Leopoldo Mendonça, a presidente do Instituto de Defesa Agropecuário de Mato Grosso (Indea-MT), Daniela Soares, o secretário de Infraestrutura e Logística de Mato Grosso, Marcelo Duarte, o presidente do Imac, Guilherme Nolasco, presidente do Sindicato Rural de Cuiabá, Jorge Pires de Miranda, e o deputado estadual Dilmar Dal Bosco.

Compartilhando experiências



Dentro do conteúdo oferecido aos participantes da InterCorte estão sendo apresentados cases de produtores mato-grossenses que conseguiram melhorar resultados da propriedade, como é o caso do pecuarista Marcos Jacinto, produtor de Gaúcha do Norte, que conseguiu aumentar a produtividade a partir da mensuração dos índices do produtivos e seleção de animais.

“Temos uma preocupação constante com a lucratividade da propriedade. Trabalho com ciclo completo e buscamos melhorar as taxas de desfrute da fazenda para aumentar a rentabilidade do negócio”, explica Marcos Jacinto. Taxa de desfrute é a relação entre o número de animais abatidos e o rebanho de uma propriedade e quanto maior o índice, melhor resultado porque representa renovação do rebanho.

Para o vice-presidente da Acrimat, Luís Fernando Conte, a apresentação por parte de pecuaristas permite um melhor aproveitamento dos conhecimentos repassados. “Os pesquisadores e as empresas têm importante participação para apresentar as novas tecnologias e produtos, mas com os produtores podemos ver como os trabalhos acontecem na prática”.

Programação



Nesta sexta-feira (13) a InterCorte continua a partir das 8h, com o painel Vender mais e Vender Melhor e a apresentação das possibilidade que permitirão ao produtor ampliar o mercado da carne e agregar valor à produção. Participam deste painel o professor titular nos cursos de Zootecnia e Medicina Veterinária, na Universidade Estadual de Goiás – UEG Renato Dib, Fabiano Tito Rosa e Michel Torteli da Minerva Foods; Maurício Tonhá, da Estância Bahia Leilões; Antônio Ricardo Sechis, da BEEF PASSION; o consultor Ivan Wedekin; Miguel Cavalcanti, do BeefPoint; o Rafael Sguissardi, de Nova Canaã do Norte (MT) e o produtor Luciomar Machado, de Pontes e Lacerda (MT).

À tarde, a programação se encerra com o painel Comunicação. Neste momento será debatida a eficiência da comunicação do produtor com a sociedade e como essa questão pode ser aperfeiçoada.
Paralelamente, 47 parceiros expõem seus trabalhos e produtos e ainda disponibilizam profissionais para estreitar o relacionamento, esclarecimento de dúvidas dos participantes e para fomentar negócios.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Fernando Rizzolo

Vinho chileno com sabor de rebeldia

Já fui melhor nisso. Uns dez anos atrás, eu era um apreciador de vinhos. Na época, isso era uma espécie de moda, e, de todos os vinhos, o que eu menos apreciava era o chileno. Talvez em razão do meu paladar mais...

 

Enquete

Se a eleição para presidente tivesse Jair Bolsonaro e Sérgio Moro como candidatos, em quem você votaria?

 
 
 
Sitevip Internet