Notícias / Negócios

30/03/18 às 09:38

Páscoa deve representar crescimento de mercado de até 30% para o segmento do azeite de oliva

Segunda Rita Bassi, presidente da Oliva, números expressam importância do produto para o consumidor

Fábio Devito

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Páscoa deve representar crescimento de mercado de até 30% para o segmento do azeite de oliva

Foto: Divulgação

A Páscoa deve representar um ganho significativo para o segmento de azeite de oliva no Brasil. De acordo com a Associação Brasileira de Produtores, Importadores e Comerciantes de Azeite de Oliveira (Oliva), a expectativa de crescimento de mercado para 2018 está entre 25% e 30%, em comparação com o mesmo período do ano passado.

O consumo do azeite historicamente tem um pico no período da Páscoa, sobretudo pelo preferência à culinária mediterrânea. Porém, os números positivos deste ano se explicam também por outros motivos. “Esse crescimento se explica em parte pela recuperação econômica e o aumento do poder de compra do brasileiro, mas também reflete o quanto o azeite vem ganhando importância para o consumidor, tanto pelo seu sabor quanto pelos benefícios a saúde”, explica Rita Bassi, presidente da Oliva.

Parte desse crescimento de mercado se observa no volume de importações. Segundo dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), o Brasil registou um aumento de 52% no primeiro bimestre de 2018, em comparação com o mesmo período de 2017. Foram 8,2 mil toneladas do produto entrando no país, sendo Portugal o maior exportador (90%).

O crescimento previsto não considera as reticentes no mercado. A Oliva é uma das instituições mais ativas no combate às fraudes e na proteção e conscientização do consumidor final, por meio de seu programa de controle de qualidade e com uma série de palestras, campanhas e ações sobre como identificar produtos fraudados.
 
Benefícios à saúde
Além do gosto que traz aos pratos, o azeite é um grande aliado na prevenção de problemas cardiovasculares, câncer, diabetes e outras doenças, podendo auxiliar também tanto no emagrecimento quanto no ganho de massa muscular. “O azeite é a combinação perfeita de sabor e saúde e ganha cada vez mais espaço na mesa dos brasileiros”, completa Rita Bassi.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Fernando Rizzolo

Vinho chileno com sabor de rebeldia

Já fui melhor nisso. Uns dez anos atrás, eu era um apreciador de vinhos. Na época, isso era uma espécie de moda, e, de todos os vinhos, o que eu menos apreciava era o chileno. Talvez em razão do meu paladar mais...

 
 
 
 
Sitevip Internet