Notícias / Meio Ambiente

28/03/18 às 16:40 / Atualizada: 28/03/18 às 16:50

Preservação de Aquíferos foi tema do Fórum Mundial da Água

Marquezan Araújo

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Preservação de Aquíferos foi tema do Fórum Mundial da Água

Foto: Divulgação

O território brasileiro é composto por uma vasta região de água subterrânea. Essas águas são formadas pelo excedente das chuvas que percorrem camadas encontradas abaixo da superfície do solo. Uma das características dessas águas é preencher os espaços vazios entre as rochas. Essas formações são chamadas de aquíferos.

No Brasil, os maiores e mais importantes aquíferos são o Guarani, localizado no Centro-Sul do país, e o Alter do Chão, situado na região Norte. O primeiro contém cerca de 45 mil km³ de água, em uma área de 1,2 milhões de km². Já o Alter do Chão reserva aproximadamente 86 mil km³ de água em pouco mais de 400 mil km² de área.

Esse tema foi debatido no 8° Fórum Mundial da Água, sediado em Brasília. Um dos especialistas que deu detalhes sobre o assunto foi o geólogo Paulo Fernando Pereira. Ele explicou que, na questão do compartilhamento dos recursos hídricos, as águas subterrâneas merecem uma atenção especial, já que existe uma relação direta de integração com as águas superficiais.

“O único momento de você entender que há integração da água subterrânea e superficial, é no momento que termina as chuvas e essa água continua fluindo ao longo das calhas de drenagem. Então o que está mantendo aquela água ali, é o aquífero. Na verdade, o que a gente está vendo é água subterrânea. Não é mais água superficial. Ela é superficial porque está em cima do chão, mas ela representa a descarga dos aquíferos, das nascentes, percorrendo os vários trechos, conformando os leitos de drenagem e mantendo essas descargas”, afirmou.

Hidrogeologia - 8° Fórum Mundial da Água

Fernando Pereira destaca ainda que entender os sistemas das águas subterrâneas depende de dados técnicos de alta qualidade, inclusive de estratégias bem planejadas sobre o uso e arecuperação da área analisada.

De acordo com o especialista, o meio hidrogeológico – que estuda as águas subterrâneas – está diretamente ligado ao volume de água disponível para os diversos tipos de consumo.

“É ele na verdade que regula a quantidade de água que flui no sistema. Se ele segura mais água, ele vai liberar pouco. Se ele não segura tanta água e tem capacidade de armazenar, uma capacidade de recarga muito maior, ele vai poder fornecer mais água. Então quando você mapeia uma bacia, você não pode simplesmente tecer considerações sobre aquela bacia sobre o ponto de vista da sua capacidade de fornecimento de água, em função do seu tamanho. Você tem que entender que tipo de rocha está ali”, explicou.
Segundo informações da Agência Nacional de Águas, no Brasil, os aquíferos são importantes também para manter os rios brasileiros perenes, ou seja, não sequem no período da estiagem.

O Fórum Mundial da Água é organizado pelo Conselho Mundial da Água e é considerado um dos maiores do planeta. Países de todos os continentes se reuniram e apresentaram sugestões para um uso mais eficiente dos recursos hídricos.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Dr. Rosário Casalenuovo Júnior

A arte é única e o artesanato é repetição

Deus seria um artista ou um artesão? Qual composição musical pode ser chamada de artesanato ou arte? Qual trabalho em geral deve ser denominada arte e qual artesanato?   Como está a arte no Brasil? Num país...

 

Enquete

Se a eleição para presidente tivesse Jair Bolsonaro e Sérgio Moro como candidatos, em quem você votaria?

 
 
 
Sitevip Internet