Notícias / Política

19/03/18 às 20:04

Prefeitos pedem apoio da AL junto ao governo à liberação de emendas

Assessoria

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Prefeitos pedem apoio da AL junto ao governo à liberação de emendas

Foto: Assessoria

A falta de pagamentos das emendas parlamentares pontuou a reunião das lideranças municipais e deputados estaduais durante a 13ª edição da Assembleia Itinerante, realizada na última sexta-feira (16.03), em Porto dos Gaúchos, região Norte de Mato Grosso. Os prefeitos aproveitaram para pedir o intermédio da Assembleia Legislativa junto ao governo do estado para agilizar os repasses. Também querem informações sobre a destinação dos recursos arrecadados pelo Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab).

“Temos recursos atrasados de 2016, 2017 e 2018 somando R$ 186 mil somente da área de Saúde”, disse o prefeito de Novo Horizonte do Norte, Silvano Neres.

Em Juara, por exemplo, o prefeito em exercício, Carlos Sirena, destacou as dificuldades para a recuperação de asfalto nas vias urbanas e rurais. Também questionou a falta de recursos para a Saúde. “Juara é um município referência, mas que tem suas particularidades, pois são mais de 4 mil quilômetros de estradas sem asfalto. E a nossa malha urbana está bastante danificada”.

Em Tabaporã a situação não é diferente. Faltam apenas 36 quilômetros de asfalto na MT-410, importante via que interliga os municípios da região. “Tive a honra de estar com o presidente Botelho em nosso município, onde temos a presença marcante de algumas ações dele e tivemos a garantia do apoio para viabilizar a conclusão do asfalto na MT-410, sonho antigo da população”, disse Sirineu Moleta, prefeito de Tabaporã.

“Temos um monte de emendas que não foram pagas, mas estamos aguardando. Contudo, vemos que faltam poucos meses para que o governador cumpra o compromisso com essas emendas devido ao período eleitoral. Então, já sabemos que pouco se conseguirá nesse caso”, lamentou o prefeito de Porto dos Gaúchos, Moacir Piovesan, ao destacar a importância da atenção da ALMT à região.

O presidente Botelho garantiu que tomará providências junto ao governo. “Essa cobrança foi muito boa pra nós porque constatamos que realmente os municípios carecem desses recursos. Vamos reunir com os deputados e fazer uma cobrança mais incisiva para que o governo pague as emendas. E também cobrar uma posição em relação as rodovias aqui da região”, afirmou o deputado Botelho.

De acordo com o secretário de Finanças da ALMT, Ricardo Adriane, mais uma vez o evento superou as expectativas. E a próxima contemplará moradores da região Araguaia. “Cada vez aumenta mais a demanda pelo atendimento ofertado no mutirão da cidadania com a emissão de documentos, orientação jurídica, consultas, exames e cursos de capacitação com a grande novidade que é o projeto Legislativo em Movimento. Na próxima edição estaremos na região Araguaia”, destacou.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Dr. Rosário Casalenuovo Júnior

Queimada e tempo seco não são os agentes principais das doenças respiratórias

As clínicas de otorrinolaringologista e pneumologia ficam cheias nesta época do ano. Crianças e idosos sofrem para dormir, principalmente devido à baixa resistência do organismo, fato que provoca com facilidade...

 
 
 
 
Sitevip Internet