Notícias / Agronegócios

08/09/15 às 16:33

Peste Suína Clássica: Acrismat conhece experiência gaúcha

Assessoria

Imprimir Enviar para um amigo
Peste Suína Clássica: Acrismat conhece experiência gaúcha

Rogério Kerber e Custódio Rodrigues

Foto: Assessoria

Em visita ao Rio Grande do Sul, o diretor executivo da Associação dos Criadores de Suínos de Mato Grosso (Acrismat), Custódio Rodrigues, foi conhecer a experiência gaúcha para a erradicação e conquista (em maio deste ano) do Certificado de Área Livre de Peste Suína Clássica pela Organização Mundial de Saúde Animal.

Na sequência, o dirigente foi recebido na Secretaria da Agricultura, pela secretária-adjunta, Ildara Vargas, e os representantes do Ministério da Agricultura, Bernardo Todeschini e Edison Eckert Fauth e o consultor da ABPA, Jurandi Machado. Rodrigues fez perguntas e contou sobre a realidade da suinocultura do estado. “Estamos mudando o rumo, há seis anos tínhamos 90% de suinocultores independentes. Hoje temos mais da metade dos produtores integrados e evoluindo rapidamente. Precisamos avançar também na questão sanitária”, afirma.

O presidente do Fundesa e diretor do Sindicato das Indústrias de Produtos Suínos do Estado do Rio Grande do Sul (Sips), Rogério Kerber, alertou o dirigente que, a exemplo do que ocorreu no estado, o setor privado precisa se envolver, sugerir ações e propôr atividades para que aconteça o avanço. “Não é só pedir ao governo, precisamos agir conjuntamente”, afirma. Kerber sugeriu também a criação de um fundo específico para a sanidade.

A secretária-adjunta, Ildara Vargas, contou a evolução do combate até à erradicação da doença no plantel suinícola gaúcho e relatou as experiências que contribuíram para o avanço.  E reconheceu que o tema precisa estar sempre em discussão. “Temos que realizar reuniões com as equipes técnicas e estimular a atenção à questão sanitária”.

O chefe do serviço de saúde animal do Mapa, Bernardo Todeschini falou sobre a importância de realizar um trabalho conjunto entre os estados e manter os olhos sempre abertos. “Não é porque a doença foi erradicada que podemos descansar. A luta é permanente”, conclui.


O representante da Acrismat ainda complementou que o encontro foi bem positivo e uma oportunidade de estreitar a relação com as entidades gaúchas. "Eles fazem todo uma trabalho de mapeamento, levantamento de dados, além da capacitação. Devemos trazer esse treinamentos para Mato Grosso e em uma próxima reunião definiremos uma data", disse.

Sobre a doença:

A peste suína clássica é uma doença viral que atinge os suínos (e outros animais da espécie  suídea,  como javalis).  A enfermidade  provoca  sintomas  como  febre alta,  paralisia  nas  patas  traseiras,  manchas  avermelhadas  pelo  corpo, dificuldades respiratórias e alta mortalidade. 
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Ronivaldo Lemos

Médico todo dia

Muito cedo eu tomei a decisão de ser médico. Estudei muito para entrar na Universidade Federal de Mato Grosso e me esforcei igualmente para me formar. Ali, nos corredores do Hospital Universitário, eu reafirmava todos os dias a...

 
 
 
 
Sitevip Internet