Notícias / Aventuras

19/02/18 às 16:41

Viagens Especiais - Na proa, os museus de Amsterdã

Cruzeiro fluvial da Avalon Waterways, exclusivo para brasileiros, ao término aporta em Amsterdã, aonde haverá tempo para explorar a cidade com a maior densidade mundial de museus, a começar pelos três mais importantes, na Musemplein.

Giorgia Marcucci

AguaBoaNews

Imprimir Enviar para um amigo
Viagens Especiais - Na proa, os museus de Amsterdã

No Rijksmuseum, a história da Holanda desde o ano 1.100 ao presente.

Foto: Assessoria

Amsterdã é a última cidade no roteiro do cruzeiro fluvial “Reno Retumbante” da Avalon Waterways – exclusivo para cruzeiristas brasileiros, a ocorrer entre o final de julho e início de agosto. A chegada a esta moderna e sofisticada cidade ocorre na manhã do penúltimo dia de viagem, imediatamente seguida por um passeio pelos canais. A tarde será livre para os cruzeiristas planejarem seus próprios programas. Entre as múltiplas escolhas destacam-se os museus, que têm em Amsterdã a maior densidade do mundo.

Dificilmente, uma única tarde será suficiente para saborear o encantador mundo das imagens e das cores que moram nos inúmeros museus da cidade. Mas, para os cruzeiristas, será fácil estender o tempo até o dia seguinte. Após a chegada a Amsterdã, o charmoso navio Avalon Felicity permanece ancorado no porto da cidade, para uma última noite a bordo (ou para descansar após uma boa noitada). Na manhã seguinte, após o café da manhã, ocorre o desembarque e o término do pacote. No caso de você reservar para a noite o seu voo de volta, poderá ir até o aeroporto (para táxi ou Uber, solicite auxílio ao recepcionista do hotel), guardar a bagagem, retornar à cidade e passar um dia inteiro a explorar Amsterdã.

Após acomodar a sua bagagem no aeroporto, você poderá retornar por ônibus ou trem subterrâneo diretamente à Museumplein, a Praça dos Museus, um dos mais visitados pontos turísticos de Amsterdã. Nela são localizados três entre os mais importantes museus da cidade – Van Gogh, Rijksmuseum, Stedelijk, e outros a pequenas distâncias. A Museumplein é palco para o imenso letreiro I amsterdã (três primeiras letras em vermelho, e as demais, em branco), cenário quase unânime para turistas clicarem suas fotos.

No Museu Van Gogh está a belíssima coleção de obras-primas do holandês de Zindert, uma das maiores expressões da pintura pós-impressionista; o Stedelijk exibe extraordinários conjuntos de arte moderna e contemporânea; e o Rijksmuseum – Museu Nacional, por conta da sua formidável coleção de arte e história holandesas, é considerado um dos maiores dentre os marcos culturais da Holanda. O Rijksmuseum acaba de lançar (final de janeiro, 2018) um aplicativo que pode ser baixado sem custo, com avançado sistema de navegação. O aplicativo, para acesso por smartphones, oferece escolha entre 14 turnês pelos interiores do museu; exposições, abordagem sobre as coleções; e e-tickets.

É também imperdível visitar o Museu Casa de Rembrandt, para perceber o homem atrás das suas encantadoras obras. A casa foi restaurada para mostrar o quarto, o estúdio e outros cômodos tal qual existiam nos anos do século 17, quando nela viveu Rembrandt van Rijn. Em endereço próximo, na Prins Hendrikkade 600 está o ARCAM (Architectuur Centrum Amsterdam). Embora não seja, exatamente, um museu, é a sugestão de visita para arquitetos e apreciadores da arte que ao longo do tempo vem moldando os perfis das cidades. Associando o desenvolvimento ocorrido no passado, no presente e até o que ocorrerá no futuro urbano de Amsterdã, o ARCAM é um centro de informações com exposições que deixam ver a história da arquitetura da cidade através de uma exposição permanente. O prédio, projeto do arquiteto René van Zuuk, tem interiores ultramodernos, assim como a fachada, a qual apresenta uma “dobra” que vem desde o teto em alumínio até ao chão. Aberto também aos domingos (dia do término do cruzeiro), das 13 às 17 horas. Entrada livre.

Transporte para retorno a partir do aeroporto - Por ônibus: linha 197 - compra de bilhete no próprio ônibus, ao custo de 2,90 euros por passageiro/viagem. É possível antecipar a compra para a viagem de volta ao aeroporto. Por trem: até a Estação Central, próximo à Museumplein, 5,20 euros passageiro/viagem, à venda nas máquinas da estação, no aeroporto; pode ser comprado com cartão de crédito; é necessário validar o bilhete em um dos totens localizados próximo à escada rolante de acesso à plataforma de embarque.

Exclusivo para cruzeiristas brasileiros, o pacote do cruzeiro Reno Retumbante, com 10 dias/nove noites de duração, inicia a 27 de julho (chegada ao aeroporto de Zurique, com traslado incluso para Lucerna) e termina em 05 de agosto, com todos os serviços e o atendimento a bordo customizados. Além das inclusões tradicionais da Avalon – dois pernoites em Lucerna; todas as refeições a bordo, com vinhos e cervejas no almoço e no jantar; e os passeios em terra, a XQ Viagens Especiais tem um pacote especial para esta saída, com acompanhante brasileiro desde o embarque; seguro de viagem e de cancelamento; passagem aérea; e opções de parcelamento. Preços a partir de USD 4.310 por passageiro em cabine dupla, externa. Roteiro detalhado e demais informações: www.xq.tur.br
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Aurélio Mendanha

Ande lega! Direitos e deveres de quem anda de Bicicleta

No Brasil e não seria diferente no Município de Agua Boa, cada vez mais as bicicletas são usadas como um meio alternativo de transporte. Andar de bicicleta é uma atividade que tem encontrado cada vez mais adeptos na...

 
 
 
 
Sitevip Internet