Notícias / Educação

04/09/15 às 09:21

Cientistas da educação brasileira apresentarão trabalhos em Rondonópolis

Julianne Caju

Assessoria

Imprimir Enviar para um amigo
Cientistas da educação brasileira apresentarão trabalhos em Rondonópolis

Professor Ademar de Lima Carvalho

Pesquisadores da área de educação de diversas partes do Brasil e de diferentes universidades brasileiras participarão do 6º Congresso de Pesquisa em Educação (Conpeduc) a ser realizado entre os dias 15 e 18 de setembro no campus da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) em Rondonópolis/MT. Na ocasião eles apresentarão os resultados de pesquisas realizadas sobre alfabetização, educação de jovens e adultos, formação de professores e infância.

“Estes cientistas são pessoas que há anos dedicam-se na pesquisa com, na e para educação do Brasil. Há tempos eles estudam os caminhos percorridos pela educação praticada no Brasil. Seus trabalhos muito contribuem para pensarmos e refletirmos as práticas pedagógicas desde a educação infantil à pós-graduação. Eles têm muito a contribuir nos debates que ocorrerão durante o Conpeduc”, explica Ademar Carvalho, Professor do curso de Pedagogia e do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGEDU).

De acordo com a coordenação do evento já estão confirmados sete participações externas no evento, cuja é composta por cientistas de renome nacional e até internacional. Destes, todos têm no mínimo o título de doutor em Educação. “Ou seja, a equipe de palestrantes de fora é composta por pessoas realmente gabaritadas para falar sobre a educação brasileira”, ressalta o Professor Ademar.

Além do corpo docente de outras universidades, faz parte também da equipe de palestrantes, cientistas da UFMT de Rondonópolis. Esta equipe interna é composta por mais de dez pesquisadores doutores em Educação e pertencentes também ao Programa de Mestrado da UFMT. Durante o Conpeduc eles também farão falas e compartilharão suas experiências e trabalhos de pesquisa.

“Assim como os de fora, a equipe docente interna também é composta por pesquisadores que há anos estudam a educação brasileira nas mais diversas modalidades de ensino, eles também têm muita propriedade para dizer sobre a educação no Brasil. Muitos inclusive realizam pesquisas em instituições de ensino do município de Rondonópolis. Eles têm, portanto, muito a dizer sobre a educação praticada nas escolas da cidade”, revela o Professor Ademar.

Programação - A conferência de abertura do 6º Conpeduc, “Interdisciplinaridade- ambições e limites” será feita, no dia 15 de setembro às 19h30, pelo Professor Doutor Romilson Siqueira da Pontifícia Universidade de Goiás (PUC-GO). Ele estuda os processos educativos e culturais na infância. Na conferência ele falará sobre sua pesquisa Educação, Sociedade e Cultura. Este momento será coordenado pela Professora Doutora Sílvia Pilegi, da UFMT de Rondonópolis e coordenadora do Conpeduc 2015.

Nos outros dias do evento acontecerão mesas redondas, momentos culturais, lançamentos de livros, debates, apresentação de pôster e sessão de comunicação oral. A programação começa sempre as 07h00 e encerra às 18h00 com intervalo para almoço.

Interessados em participar do congresso é só acessar o link http://sistemas.ufmt.br/ufmt.evento e efetuar a inscrição. O 6º Conpeduc é realizado pelo Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGEDU). Mais informações pelo telefone 3410-4035/3410-4038

 
  • Cientistas da educação brasileira apresentarão trabalhos em Rondonópolis
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Dr. Rosário Casalenuovo Júnior

Queimada e tempo seco não são os agentes principais das doenças respiratórias

As clínicas de otorrinolaringologista e pneumologia ficam cheias nesta época do ano. Crianças e idosos sofrem para dormir, principalmente devido à baixa resistência do organismo, fato que provoca com facilidade...

 
 
 
 
Sitevip Internet