Notícias / Cidades

18/01/18 às 12:24

Por 8 a 2, vereadores cassam prefeito de Aragarças; José Elias diz que irá recorrer

Ronaldo Couto, Araguaia Noticia

Edição AguaBoaNews, Clodoeste Pereira 'Kassu'

Imprimir Enviar para um amigo
Por 8 a 2, vereadores cassam prefeito de Aragarças; José Elias diz que irá recorrer

Foto: Divulgação

Por 8 a 2, vereadores cassam prefeito de Aragarças; José Elias diz que continuará lutando na justiça
Terminou por volta das 23h20 de quarta-feira (17/1), a sessão que concluiu o parecer e votação da comissão processante (CP) contra o prefeito José Elias Fernandes (PROS) que acabou sendo cassado do cargo de prefeito de Aragarças-GO na divisa com Mato Grosso. O resultado já era previsível e se repetiu o mesmo da instalação da CP no dia 17 de outubro do ano passado. A oposição conseguiu manter o resultado que agora afasta o prefeito para posse o vice Léo Leão.

A sessão desta quarta começou por volta das 15 horas com a leitura do processo. Algumas testemunhas foram ouvidas e o advogado de defesa do prefeito, José Rodrigues, que questionou que a comissão processante estaria sendo injusta por não ouvir todas as testemunhas arroladas na defesa e inclusive não ouviu ao prefeito José Elias. “Nós vamos recorrer na justiça porque entendemos que houve excessos na condução desse processo”, explicou o advogado.

Votaram a favor da cassação do prefeito: Alcione Olímpio (PSL), Duda dos Santos (PDT), Dudu Pacheco (REDE), Hudson Manteiguinha (PP), Junior das Seis Irmãos (PT), Marcivon da Silva (PMDB), Plinio Resende (PMDB) e Regina Célia (PC). Votaram contra a cassação: Nego Leão (PPS) e Girley Coelho (PSD).

Após a decisão, o presidente da Câmara Celso Barros informou que os vereadores estarão nesta quinta dando posse ao vice Léo Leão na condição de prefeito. 

O prefeito José Elias acompanhou toda votação de casa, através dos assessores, e lamentou a decisão dos vereadores que classificou de julgamento político e não jurídico. “Acusam-me de coisas que não conseguiram provar. Eu lamento que uma questão política se tornou um braço de guerra nesse momento”, disse José Elias.
Entre os motivos que levaram a Câmara Municipal a cassar o prefeito estão à revogação de leis do legislativo, a falta de resposta a requerimentos e denuncias sobre malversação da temporada de praia.
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 

veja maisArtigos

Dr. Rosário Casalenuovo Júnior

Queimada e tempo seco não são os agentes principais das doenças respiratórias

As clínicas de otorrinolaringologista e pneumologia ficam cheias nesta época do ano. Crianças e idosos sofrem para dormir, principalmente devido à baixa resistência do organismo, fato que provoca com facilidade...

 
 
 
 
Sitevip Internet