Notícias / Agronegócios

17/12/17 às 09:43

MT tem aumento no abate de bovinos e lidera produção nacional, diz IBGE

No 3º trimestre de 2017, o estado abateu 173 mil cabeças a mais que no mesmo período do ano passado. Segundo o IBGE, MT tem 16,6% da participação nacional no abate de gado.

G1/MT

Edição AguaBoaNews, Clodoeste Pereira 'Kassu'

Imprimir Enviar para um amigo
MT tem aumento no abate de bovinos e lidera produção nacional, diz IBGE

Ao todo, foram abatidas 7,98 milhões bovinos até setembro deste ano

Foto: Sedec-MT/Divulgação

Mato Grosso abateu 173,06 mil cabeças de gado a mais no terceiro trimestre de 2017 em comparação com o mesmo período do ano passado, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
 
Ao todo, foram abatidas 7,98 milhões bovinos até setembro deste ano, um total de 661,98 mil a mais que no mesmo período de 2016.
 
Com o aumento, o estado continua liderando o abate de bovinos no país. Segundo o IBGE, Mato Grosso tem 16,6% da participação nacional. Mato Grosso do Sul e Goiás aparecem em seguida com 10,9% e 10,6%, respectivamente.
 
Apesar do aumento no país, os estados de Tocantins, Pernambuco, Pará, Paraíba e no Maranhão apresentaram queda no abate de gado.
 
Mato Grosso também registrou aumento no abate de suínos (Foto: José Medeiros / Gcom-MT)
Mato Grosso também registrou aumento no abate de suínos (Foto: José Medeiros / Gcom-MT)
 
Segundo o IBGE, Mato Grosso também registrou aumento no abate de suínos. No terceiro trimestre deste ano foram 20,37 mil cabeças a mais que em 2016. No Brasil, 11,03 milhões de cabeças de suínos foram abatidos.
 
O número representa um aumento de 3,9% em relação ao terceiro trimestre de 2016. Este é o melhor resultado entre todos os trimestres desde que o IBGE iniciou o levantamento em 1997.
 
Em contrapartida, Mato Grosso teve queda no abate de frangos. Ao todo, foram abatidas 22,58 milhões de aves a menos que o terceiro trimestre de 2016.
 
Imprimir Enviar para um amigo

comentar  Nenhum comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agua Boa News. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agua Boa News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 
 
Sitevip Internet